sexta-feira, 22 de novembro de 2013

AS FÃS DE "PAGODE ROMÂNTICO" TENDEM A SER MAIS IMPRUDENTES NAS ESCOLHAS AMOROSAS


"Eu me apaixonei pela pessoa errada", diz o antigo sucesso do Exaltasamba, dos tempos em que era explicitamente brega, sem as pretensões de "samba sério" de hoje. Mas a música diz muito a respeito das fãs do gênero, conforme pesquisas feitas nas ruas e na Internet.

Das mulheres que apreciam as tendências musicais derivadas do brega, as que curtem o chamado "pagode romântico" ou sambrega tendem a ser mais imprudentes nas escolhas amorosas. São elas que se iludem facilmente no interesse amoroso por rapazes que necessariamente possuem uma aparência mais pacata e um estilo de vida mais caseiro.

Se as fãs de "sertanejo" e axé-music são mais cautelosas na escolha amorosa, preferindo rapazes de boa aparência do padrão "jogador de vôlei", e as funqueiras preferem homens mais robustos, as de "pagode romântico" parecem pouco preocupadas se os homens de aparência mais pacata correspondem realmente ao que elas esperam para a vida amorosa.

Várias dessas fãs chegam mesmo a se interessar por homens que, embora de aparência simples e um estilo de vida mais modesto, possuem uma personalidade difícil para o padrão de convívio que elas querem. Mesmo assim, elas não demonstram cautela, e acham que, sob o pretexto de "romper o preconceito" e "superar as diferenças", aceitam qualquer parada.

O grande problema é que, por trás disso, há uma verdadeira desvalorização do critério das afinidades pessoais. E que torna arriscado, para essas moças, aceitar qualquer homem que pareça "um bom rapaz" e que seja mais discreto ou avesso às agitações e confusões da vida noturna.

Entre outros transtornos, há o fato dessas mesmas moças preferirem ir às casas noturnas ou quadras de escolas de samba ver os seus ídolos do "pagode romântico" tocarem, em horários em que muitos desses rapazes preferem ficar em casa vendo filmes ou praticando jogos eletrônicos.

Além disso, muitos dos bens culturais apreciados por esses rapazes destoam muito do ideário piegas e inócuo que essas moças estão acostumadas a apreciar. Isso diz muito nas diferenças pessoais que, se não parecem muito claras no começo de uma relação, poderão se tornar sérias e graves com o decorrer do tempo.

Daí a imprudência. Ou talvez seja também uma atitude preconceituosa de moças que se dizem "sem preconceito". Porque ser mais seletivo também é perder o preconceito, porque mostra a consciência de desejo que as fãs de "pagode romântico" não costumam ter. E que, muitas vezes, as fazem se apaixonarem pelas pessoas erradas.

Nenhum comentário: