sexta-feira, 11 de outubro de 2013

JOVEM PAN 2 SAI DO AR HOJE, MAS CHANCES DA RÁDIO CIDADE "ROQUEIRA" VOLTAR SÃO QUASE NULAS


Segundo informações que colhi do blogue Fatos Gerais, a Jovem Pan 2 Rio sairá novamente no ar, nos 102,9 mhz, com despedida anunciada para as 19 horas. Aparentemente, a Rádio Cidade reassume o canal, mas não de forma definitiva, e não se sabe se será uma programação "roqueira" ou uma programação pop.

Provavelmente, a programação será mais pop, uma vez também que não foi acertada qualquer parceria ou projeto para o segmento rock, já que o futuro dos 102,9 mhz está incerto, e não é hora de despejar um grunge, poser metal ou um medalhão do rock pesado (tipo Iron Maiden) para preencher a lacuna da JP2.

Além disso, o segmento rock não conseguiu se reaquecer mesmo com a volta da 89 FM de São Paulo ao gênero, já que a emissora retomou toda a performance que "queimou" a emissora em 2005 e o rock já está há um tempo em baixa no mercado paulista, sem oferecer um diferencial para competir com os popularescos "funk ostentação" e o "sertanejo universitário".

Mesmo o marketing do Rock In Rio foi um fogo-de-palha que não recuperou a antiga projeção nacional da 89, já que o festival não é de todo dedicado ao rock e, ainda por cima, a atitude rock estereotipada pela publicidade do festival não passou de um modismo passageiro. E a mídia que protegia a 89, os grupos Folha e Abril, se encontram em séria crise de reputação e finanças.

O motivo da saída da JP2 é que a empresa que fazia a franquia da rádio paulista para os 102,9 mhz, a Biz Vox, entrou em falência. Mas duas hipóteses prováveis praticamente anulam a volta daquela Rádio Cidade junkie que fazia a vaidade de uma pequena parcela de jovens riquinhos que se autoproclamavam "nação roqueira".

Uma hipótese, cogitada a partir de negociações que já estão em andamento, é que, independente dos acordos se resultarem no controle acionário de Tutinha (dono da Jovem Pan 2) e da família Nascimento Brito (dona da Rádio Cidade), é que a própria Jovem Pan 2 irá voltar aos 102,9 mhz não mais como uma franquia, mas como uma afiliada da Rede Jovem Pan Sat.

Outra hipótese são as negociações com o Grupo Bandeirantes de Comunicação, que colocariam o "Aemão de FM" Bradesco Esportes FM - que anda levando surra violenta na audiência, o que resultou em várias demissões - nos 102,9 mhz, transferindo os 91,1 mhz para a rádio de brega-popularesco Band FM.

Nenhum comentário: