sábado, 6 de julho de 2013

ROLLING STONES RETORNAM AO HYDE PARK, 44 ANOS DEPOIS

ROLLING STONES TOCARAM NO HYDE PARK EM HOMENAGEM AO GUITARRISTA BRIAN JONES, MORTO POUCOS DIAS ANTES, EM 1969.

Hoje Mick Jagger, Keith Richards e Charlie Watts vão pisar no mesmo palco em Londres onde, em 05 de julho de 1969, tocaram em homenagem ao guitarrista Brian Jones, um dos fundadores dos Rolling Stones, que, pouco após ter sido expulso da banda por causa de seu vício nas drogas (que o impedia até mesmo de tocar uma simples percussão), foi encontrado morto no dia 03 daquele mês.

Com a formação contando também com Ron Wood (que em 1969 fazia parte do Jeff Beck Group) e, entre os músicos de apoio, também conta com o baixista Darryl Jones, com notável trajetória no jazz contemporâneo, os Rolling Stones pretendem manter o mesmo repertório tocado em 1969, mas sem fazer o espetáculo de soltar borboletas, que havia causado problemas na época.

O concerto de 1969 foi a estreia do guitarrista Mick Taylor na formação que durou até 1974 e foi marcada por influências fortes de blues e soul music no som da banda inglesa. Taylor participou como convidado para duas músicas na apresentação do grupo no festival Glastonbury, há poucos dias. O grupo seguia então com Bill Wyman como baixista, função que continuaria até 1993.

O grupo retomou as atividades nos palcos e demonstrou completamente revigorado, impressionando com sua sonoridade crua e seus equipamentos modernos e potentes. O grupo havia passado por um período de férias, e usou a comemoração dos 50 anos de carreira para retomar a atividade. Consta-se que o grupo já tem repertório pronto para um novo álbum.

Apesar do preço ser muito caro, todos os ingressos para a apresentação dos Rolling Stones no Hyde Park foram esgotados.

Nenhum comentário: