quinta-feira, 16 de maio de 2013

A POLÊMICA DE ANGELINA JOLIE E AS "POLÊMICAS" DAS "BOAZUDAS"


Recentemente, os noticiários divulgaram a repercussão de um artigo escrito pela atriz e produtora Angelina Jolie, considerada uma das maiores celebridades do mundo ao lado de seu noivo Brad Pitt (os dois ainda estão para oficializar a união de muitos anos e vários filhos, biológicos e adotivos), que afirmou que ela fez mastectomia dupla, uma cirurgia para retirar os seios como prevenção para o risco de câncer de mama.

Angelina realizou a cirurgia encorajada pelo fato de que ela havia perdido a mãe, a também atriz e produtora Marcheline Bertrand (ex-mulher de Jon Voight, pai de Angelina), que faleceu de câncer no ovário em 2007, aos 57 anos incompletos, e a avó, morta aos 45 anos. "Não existe muita longevidade na minha família materna", declarou Angelina.

A medida da atriz, que retirou os seios e os reconstituiu depois em cirurgia, causou polêmica na medida em que alguns especialistas em cirurgia de retirada de seios afirmarem que o ato de Angelina foi precipitado, porque aparentemente não havia risco dela sofrer imediatamente um tumor nos seios. Mesmo assim, o ato foi considerado corajoso, reafirmando a boa reputação que a atriz possui, não só pelo seu talento, mas por sua personalidade forte e determinada.

Angelina Jolie é também considerada pelo seu ativismo social, controverso mediante o fato dela ser também uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood que faz alguns duvidarem de sua militância filantrópica. Mas talvez, a meu ver, essa militância possa ser sincera, já que Angelina parece ser suficientemente emancipada e sincera para se promover com causas enganosas.

A polêmica de Angelina, portanto, é uma forma da atriz promover, corajosamente, um debate em torno do tratamento de câncer, doença que atinge as vidas de muitas mulheres, ceifando essas vidas ainda precocemente (geralmente na casa dos 40 aos 60, mas às vezes não poupando as mais jovens) e isso faz com que Angelina Jolie seja um nome a considerar na luta feminista pela qualidade de vida das mulheres.

"BOAZUDAS" EM SITUAÇÕES VEXAMINOSAS

Antes disso, tivemos, por outro lado, dois casos infelizes, de musas ditas "populares" que só são consideradas "feministas" na imaginação fértil da nossa "irretocável" intelectualidade que, "coitadinha", não pode ser comparada aos ministros-astros do Supremo Tribunal Federal que vivem uma relação incestuosa com a grande mídia. Elas haviam se envolvido em situações vexaminosas a respeito de seus supostos casos amorosos.

Primeiro, foi a ex-dançarina do ídolo brega Latino e ex-vice Miss Bumbum, Andressa Urach - aquela que ficou feliz por ver um mosquito pousando em seus glúteos - , que na sua "turnê" pelo exterior para se promover como "musa sexy internacional", resolveu escrever nas redes sociais que tinha um caso de amor com o jogador português Cristiano Ronaldo.

Ao saber da boataria, o craque do clube espanhol Real Madrid e capitão da seleção portuguesa de futebol, também namorado da modelo Irina Shaik, ficou irritado. Imediatamente, desmentiu que teria tido um romance com a "popozuda", e decidiu entrar em processo judicial contra a moça, mediante falso testemunho. Esnobe, Andressa gracejou quando foi informada que seria processada pelo artilheiro, em mensagem escrita nas redes sociais.

Segundo, foi a vez de Nicole Bahls se envolver em mais um incidente, semanas depois de ter se envolvido na confusão causada pelo diretor de teatro Gerald Thomas, que a agarrou em plena cerimônia de lançamento de seu livro, numa livraria lotada de gente, fato que fez as esquerdas médias e cordeirinhas apostarem num maniqueísmo em que Gerald era um "machista selvagem" (o que, de fato, era) e Nicole Bahls era a "feminista indefesa" (o que, de fato, não era).

Diante do rumor de que Nicole estaria namorando o filho do ex-casal de atores Cláudia Raia e Edson Celulari, o adolescente Enzo Celulari, a atriz, no ar como a vilã Lívia da novela Salve Jorge, fez uma entrevista ao jornal O Globo na qual disse, a respeito do contato de Enzo com Nicole Bahls:

"Eu acho que ele está na hora de brincar disso. As paniquetes são as nossas chacretes de hoje em dia, são as mulheres da vez, são as gostosas que eles acham incríveis, então por que não sair com uma pessoa como ela? E Enzo é lindo, é filho da gente (dela e de Edson Celulari), é músico, é um gostoso, é normal que as pessoas achem ele incrível".

Cláudia teria dito também que não vê possibilidade de Enzo namorar Nicole Bahls, acrescentando que acha que "nem ele pensa (nisso). Ele tem outras prioridades na vida dele, é consciencioso. Super se diverte, mas dá o limite na hora certa, sempre foi assim".

Nicole não gostou das declarações, chegando a chorar uma vez. Viu ironia nos comentários aparentemente simpáticos de Cláudia. Nicole não gostou de ter sido chamada de "brinquedo sexual" e de "chacrete", e no seu perfil oficial do Twitter escreveu comentários esquisitos, em mensagens posteriormente apagadas, mas não sem antes de serem gravadas pela imprensa e amplamente divulgadas.

"O risco não é mulher com perfil chacrete (risos), é menino com 'carrinha' (sic) de paquito. kkkkkk. Acordaaa", diz o texto, aqui adaptado do internetês. Num outro comentário, Nicole citou um suposto "gay" querendo "pagar de gala" nas costas dela, dando a crer que ela teria chamado Enzo Celulari de "homossexual".

MORAL DA HISTÓRIA - As "admiráveis" mulheres que "mostram demais" seus corpos acabam sendo marcadas por suas piores qualidades. Intelectualmente vazias, limitadas na exibição gratuita de seus corpos, elas mostram que sua crise se agrava, na medida em que, quando elas mostram algo além de seus corpos siliconados e anabolizados, cometem gafes intermináveis. E elas nada têm de divertidas ou polêmicas, porque ninguém se dá bem mostrando o pior de si.

Daí que o pior da exploração feminina não está nos comerciais de TV e nem na obsessão com a boa forma e o bom vestuário das revistas femininas da grande mídia. Está, sim, nas musas "populares" que mostram que não são mais do que meros brinquedos sexuais de adolescentes frustrados e, quando querem ser vistas como algo além disso, se atrapalham sem parar.

Enquanto isso, lá fora, Angelina Jolie faz polêmica, sem perder a dignidade e a elegância.

Nenhum comentário: