quarta-feira, 14 de março de 2012

MORRISSEY É VISTO COMO "RETRÓGRADO" POR JOVENS CONSERVADORES



Jovens conservadores, cujos referenciais se limitam à indigência que ocorre na televisão aberta, tentaram classificar o cantor Morrissey como "retrógrado".

Um deles, de nome Mário, em mensagens no fórum do portal Terra, chamou o cantor inglês de "obsoleto" e "figura patética", e, numa comparação com o príncipe Harry, que também esteve no Brasil na mesma época do cantor, defendeu o membro da realeza, acreditando que este defendia a cidadania do povo pobre brasileiro.

No entanto, Harry - cuja família real britânica é hostilizada pelo ex-Smiths - nada fez senão atos de marketing pessoal, enquanto o cantor, no alto de seus 53 anos (a serem completos em maio), esbanjou jovialidade e muito senso de humor no palco, além de estar cercado de músicos bem entrosados e talentosos, como Martin "Boz" Boorer, guitarrista que é um dos responsáveis pelas melodias do atual repertório do cantor.

É bom deixar claro que, assim como em 2000, Morrissey realiza sua turnê pelo simples gosto de mostrar música para seus fãs. Como na vez anterior (quando também veio ao Brasil), o ex-Smiths não tinha contrato com gravadora e nem estava divulgando álbum, mas simplesmente estava mostrando que, apesar dos pesares, continua bem na carreira e que sua missão de fazer música é algo incomparável.

Afinal, Morrissey é um dos maiores símbolos da música independente do planeta, pelo seu grande talento e pela sua honestidade.

Nenhum comentário: