segunda-feira, 13 de junho de 2011

UMA MULTIDÃO NUMA SÓ PESSOA



Álvaro de Campos, Alberto Caeiro, Ricardo Reis, Bernardo Soares e muitos, muitos outros, merecem ser lembrados hoje.

Pois essa multidão de intelectuais e poetas, na verdade, estiveram dentro de uma pessoa só, Fernando Pessoa.

O poeta português, um dos maiores do mundo, teria feito 123 anos hoje.

Partiu muito cedo, aos 47 anos. Mas sua obra, como "ele mesmo" e como seus heterônimos, vive até hoje.