sexta-feira, 14 de outubro de 2011

BATATAS ELMA CHIPS "PAGARAM A CONTA" DA PEPSI



Bom demais para ser verdade. Quem esperava um lanche completo com produtos da filial brasileira da Pepsico se decepcionou quando uma grande promoção com refrigerantes Pepsi se contrastava com o preço muito caro das batatas da Elma Chips, do mesmo grupo empresarial.

Recentemente, foi lançada uma promoção em que o freguês que comprasse uma garrafa de dois litros de Pepsi - incluindo suas variantes quanto ao sabor e à presença ou não de açúcar ou gordura - , por R$ 3, levava outra garrafa de graça.

É maravilhoso, afinal na proximidade do verão, quem gosta de um bom refrigerante pode estocar uma garrafa a mais para os almoços ou lanches da semana, e, se houver alguma festa de aniversário, fica para a criançada e os convidados.

No entanto, as batatas da Elma Chips é que passaram a pesar mais nos bolsos dos consumidores. Um pacote de 80g de Ruffles - que estava lançando novos sabores, inclusive o interessante Yakisoba - , na melhor das hipóteses, custa R$ 2,69. Já a Batata Palha Na Mesa, que agora tem o novo sabor temperado de Cebola e Salsa, só em poucos estabelecimentos possui esse preço, mas custa em média R$ 2,89 e, em certos casos, chega a custar mais de R$ 3.

Se é para fazer uma promoção que chamasse mais atenção das pessoas, que a Pepsico fizesse algo menos danoso. Teria sido melhor que produtos como Fandangos e Cheetos ficassem levemente mais caros, ou então que não houvesse essa "compensação" de refrigerantes baratos demais e batatas muito caras.

Dá para perceber que outras marcas concorrentes, mas algumas nem tão saborosas assim, de batatas chips ou de palha, ganharam com a carestia das batatas da Elma Chips.

Nenhum comentário: