domingo, 18 de setembro de 2011

MAIS UMA VEZ: HOJE É DIA DO ROCK



Não nos custa repetir que hoje é o verdadeiro Dia do Rock. Porque, novamente, nos lembramos de Jimi Hendrix, que deixou uma lacuna muito forte ao deixar este planeta no dia 18 de setembro de 1970.

Hendrix virou a história da guitarra de cabeça para baixo e, no rock, foi o músico mais revolucionário, sintetizando, no seu estilo, uma mistura de rock, blues, folk, psicodelia e jazz.

Toda a nata do rock norte-americano e britânico ficou boquiaberta com o talento do negro de Seattle, que havia se destacado como músico acompanhante de vários nomes da soul music e do rhythm and blues, mas que começou sua carreira própria na Inglaterra, com o impactuante Jimi Hendrix Experience, sob o acompanhamento dos hoje também falecidos Noel Redding e Mitch Mitchell.

Se até mesmo grandes guitarristas como Pete Townshend e Eric Clapton se sentiram um pouco perturbados por não conseguirem ser tão revolucionários quanto Hendrix, é sinal de que a importância do guitarrista canhoto, também excelente compositor e ótimo vocalista, é indiscutível.

E, numa época em que se aproxima o dia do Rock In Rio - em que pese o uso discutível da palavra "rock" - , vale nos lembrarmos desse músico genial cuja obra vive sempre.

Nenhum comentário: