sexta-feira, 15 de julho de 2011

MORRISSEY FAZ CRÍTICAS A CANTORAS POP ATUAIS



COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Morrissey se lembra muito da infância em que a música pop era reconhecida pela melodia e não pelos artifícios visuais e marqueteiros. E, por isso mesmo, ele faz críticas duras a musas pop, alfinetando de Madonna a Britney Spears, e agora Lady Gaga, que, sabiamente, ele nada vê de novo.

O cantor inglês, além disso, também não aprecia o fato de muitas "divas pop" dependerem de um monte de dançarinos para fazerem sucesso.

Se ele viesse ao Brasil e visse os espetáculos do forró-brega, axé-music e "funk carioca", seu constrangimento seria ainda maior.

Morrissey diz que Lady Gaga 'não é nada novo'

Do Portal Terra

Em entrevista para a revista norte-americana Billboard, Morrissey não poupou palavras para dizer que Lady Gaga não é nada diferente de outras cantoras que a indústria pop tem apresentado nos últimos anos. As informações são do site Gig Wise.

Perguntado se o fenômeno Lady Gaga era algo novo do que ele tem visto desde o começo de sua carreira, o ex-vocalista do The Smiths foi claro: "Eu digo sem rancor que isto não é nada novo. Eu gosto da ideia das mulheres em pleno comando, mas eu estou cansado de ver cantoras que não conseguem apresentar uma canção sem o apoio de 750 dançarinas frenéticas tentando ser eróticas".

O cantor foi ainda mais fundo: "Isso na verdade é fraudulento e exatamente oposto à sensualidade".

Madonna também não escapou aos comentários negativos de Morrissey, e foi inferiormente comparada com a cantora francesa Edith Piaf, estrela nos anos 50. "Edith Piaf era baixinha, sempre vestiu um modesto vestido preto, nunca cantou com qualquer estrutura de palco e sua voz rugia acima do vento; tudo isso com o mais incrível poder de comunicação.", explicou. "Eu gostaria de ver McDonna Madonna fazer isso".

Nenhum comentário: