sábado, 23 de julho de 2011

AMY WINEHOUSE MORREU



A polícia britânica confirmou que a cantora e compositora inglesa Amy Winehouse foi encontrada morta na sua casa, na manhã de hoje, em Londres. Ela tinha 28 anos incompletos.

Grande promessa da soul music britânica, apesar do visual exótico e do seu envolvimento com drogas pesadas, Amy Winehouse era muito talentosa e tinha excelente voz e boas informações musicais.

Seu repertório variava entre uma soul safra 1966-1974 e o reggae inglês safra 1979-1981, e ironicamente, seu maior sucesso é uma balada soul bem ao estilo 1971-1974 intitulada "Rehab" ("Reabilitação"). Ela fazia sozinha a maior parte das canções que gravava.

Infelizmente ela não conseguiu se reabilitar contra as drogas. Ela era de fato bonita e no começo parecia um pouco mais graciosa, mas seu estilo de vida junkie a fez terrivelmente envelhecida e feia, e a morte dela não foi surpresa alguma. Eu mesmo temia que ela falecesse na idade em que morreu, por causa do estilo de vida que ela teve.

Resta então aos fãs da cantora o material que ela gravou ao longo da carreira e algumas coisas inéditas que ela deixou e que poderão ser lançadas em breve. No Brasil, resta a lembrança de sua passagem pelo país, se apresentando não só no Rio de Janeiro e São Paulo, mas também em Recife e Florianópolis.

3 comentários:

BONEQUINHA disse...

FOI MUITO MAIS MUITO TRISTE MESMO O FINAL DESSA JOVEM POIS ELA TINHA UMA VIDA INTEIRA PELA FRENTE MAIS QUE PENA POIS ELA FOI SÓ MAIS UMA COM UM FINAL TRAGICO POR CAUSA DAS DROGAS.LAMENTO MUITO POIS ELA ERA AINDA JOVEM ELA TINHA AINDA MUITOS LUGARES,PESSOAS A CONHECER E COISAS A APRENDER.

BONEQUINHA disse...

LAMENTO MUITO POIS ELA ERA AINDA MUITO JOVEM.

A. F. disse...

Pois é, Bonequinha, e logo a Amy estava para lançar novo disco, que era um de seus planos estabelecidos quando ela estava sóbria.

E ela tinha muito soul nas veias, ela tinha um grande potencial para ser uma grande artista. Mas as drogas a fizeram até se atrapalhar nos palcos e se comportar como uma boçal arrogante, agredindo até os fãs. Pena.