terça-feira, 29 de março de 2011

GABRIEL BRAGA NUNES E ERIBERTO LEÃO GOSTAM DE IRON MAIDEN



Iron Maiden é uma banda séria e nem seus representantes brasileiros iriam fazer como os grupos de axé-music, sambrega, breganejo e "funk carioca" que ficam comprando atores para desfilarem como "fãs".

Há até rumores de uma atriz de uma novela recém-extinta que está sendo usada para promover o currículo amoroso de um cantor de sambrega.

Mas o Iron Maiden é uma das bandas mais íntegras do mundo, um dos grandes nomes do rock pesado e do rock em geral. E, quando atores aparecem para prestigiar o Iron Maiden, não é por questões contratuais.

Até porque já foi superada a mania, comum nos anos 90, de playboyzinhos se autopromoverem como "fãs de metal", o que causava muita estranheza, sobretudo em locais como o Via Parque, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, quando havia muitos mauricinhos e patricinhas exagerando nos estereótipos metaleiros.

Gente mais preocupada em botar língua pra fora, usar camiseta preta, fazer sinal de belzebu com a mão e sacudir a cabeça, mas que só compra revistas Rock Brigade para impressionar os amigos, mas nem as tirinhas de Márcio Baraldi têm coragem de ler.

Ah, mas eram temos de Rádio Cidade, aquela rádio clubber metida a roqueira. E cujo pessoal, que tanto falava em "morte aos funkeiros", hoje está a serviço deles. Sinal dos tempos.

Mas hoje as coisas se evoluíram, felizmente, os reaças da Rádio Cidade foram desmascarados - nem as bajulações a Che Guevara conseguem disfarçar o jeitão CCC de ser dessa "nação rockêra" - e hoje a cultura rock virou coisa de roqueiro, o que não dá visibilidade, mas também não traz gente oportunista para as "tribos".

E por isso vemos que os atores de Insensato Coração realmente gostam de rock. Aliás Eriberto já foi músico de rock, tocando com Gastão Moreira na banda Rip Monsters, e a carreira é que impede ele de seguir essa atividade, ainda mais como protagonista de novela, ator do primeiro time da Globo e por aí vai.

Mas quando a folga permite, dá para Eriberto, assim como Gabriel, curtirem uma banda de rock de verdade, do contrário daqueles atores que vão ver sambregas, axés, "funks" e breganejos porque o contrato determina.

Nenhum comentário: