terça-feira, 15 de junho de 2010

JABACULÊ ADOIDADO NAS FMS



Depois os radialistas querem falar mal da transmissão em cadeia da Voz do Brasil.

Com a copa do mundo, as emissoras FM, em COMPLETO DESRESPEITO aos ouvintes, ficam clonando transmissões esportivas adoidado. O jabaculê é tanto que nem os mais convictos fanáticos modulados já conseguem desmentir a prática corrupta, que transforma o rádio FM num grande lamaçal.

A impunidade é tanta que, quando alguém revela o esquema de corrupção, há quem até passe mal, como o corrupto maior da Bahia, Mário Kertész, que quando soube que a Rádio Metrópole FM de Salvador participava da corrupção com os dirigentes esportivos baianos (sobretudo o Esporte Clube Vitória, preferido da rádio), passou mal e teve que ser internado. O problema de saúde denuncia consciência pesada, o que significa que a corrupção ocorreu mesmo. Quem deve, teme.

No Rio de Janeiro, antes um foco de resistência contra a Aemização das FMs, a coisa chega ao extremo ridículo de dar toda folga aos radialistas, assim à toa. Se a moda pega, até hospital vai parar por causa do futebol. Enquanto isso, os dirigentes esportivos fazem uma lavagem completa de dinheiro nas emissoras FM, incluindo o lava-rápido Transamérica, uma das piores FMs que transmitem futebol, porque suas transmissões mais parecem material de arquivo dos anos 70 de tão mofadas.

Mas o jabaculê esportivo deu de tudo, de acordo com o que me informou o amigo Marcelo Delfino, parceiro meu no blog do Preserve o Rádio AM. Juntando AM e FM, o Sistema Globo de Rádio botou o jogo Brasil X Coréia do Norte transmitido por cinco (!) emissoras. Os Associados foram com três: Super Rádio Tupi (AM), Infra Rádio Tupi (FM) e Nativa FM. A Mix FM também aderiu, e até a Band News Fluminense (irradiada no espaço da minha saudosa Fluminense FM) clonou transmissão da Rádio Bandeirantes AM.

Tudo supostamente em favor de uma paixão nacional. No entanto, é apostando no fanatismo futebolístico, no clima do "rei" Galvão Bueno. É até risível que os adeptos dessas FMs com roupagem de AM finjam odiar o Galvão, mas todo mundo segue suas lições direitinho, da Rádio Globo à Rede Transamérica.

E, se no Rio de Janeiro o Sistema Globo de Rádio aposta na "pentatransmissão" (Globo AM, "Globo AM FM", CBN AM, CBN FM e Beat 98), o Grupo Bandeirantes, cuja família Saad é muito amiga dos latifundiários (até porque é uma), investiu na "hexatransmissão". Notem as emissoras: Bandeirantes AM, "Bandeirantes AM" FM, Band FM, Sul América Trânsito FM, Band News FM e Nativa FM.

Só que esse oba-oba de transformar o futebol numa verdadeira "Voz do Brasil" da bola, além de eliminar as opções para quem não curte futebol, render jabaculê para dirigentes esportivos e donos de rádio, vai acabar cansando pelo próprio fanatismo esportivo, uma vez que as patriotadas da copa e os lero-leros do futebol regional estão cansando a paciência de muitos cidadãos, até porque torcer pelo futebol em nada contribui para melhorar as condições de vida para o nosso povo. E esse negócio de justificar o fanatismo pela "alegria" é a mesma coisa que justificar o vício narcótico pela "felicidade".

Como se vê, o rádio FM está uma verdadeira lama. De futebol de várzea.



CHEGA DE JABACULÊ ESPORTIVO!!
CHEGA DE TRANSMISSÃO ESPORTIVA EM FM!!

CHILE NAS ELIMINATÓRIAS PARA A COPA DE 2002



Por que será que a Seleção do Chile, que não é um time fraco, se atrapalhou todo ao enfrentar a $ele$$ão brasileira nas Eliminatórias para a infeliz copa de 2002, realizadas no ano anterior?



O time chileno parecia uma cópia do Tabajara Futebol Clube do Casseta & Planeta? E nós sabemos que os jogadores chilenos, na verdade, não são assim!

Estranha copa, estranhas eliminatórias...

ORGANIZAÇÕES GLOBO: OS VERDADEIROS "CAROS AMIGOS" DO "FUNK CARIOCA"



O amigo Bruno Melo, do blog Cultura Alternativa, escaneou essa reportagem do Megazine de O Globo, que certamente envergonharia muito a mídia de esquerda do país.

Pois então pergunta-se: quem são os verdadeiros caros amigos do "funk carioca"?

Eu havia recebido, no ano passado, um comentário anônimo - quando meu blog ainda liberava comentários anônimos - de um dirigente funqueiro que chamou a mídia esquerdista de "estúpida".

Pois é. O desprezo ético dos funqueiros, tidos como "acima das ideologias", no entanto deixam subentendida a preferência de se aliarem à grande mídia, pois os dirigentes funqueiros e os barões da grande mídia se afinam, e muito, nos interesses de controle social e de manipulação política do povo pobre.

Os verdadeiros caros amigos do "funk carioca" (FAVELA BASS) são as Organizações Globo e o Grupo Folha, sempre receptivos aos funqueiros, como se vê nessa reportagem do Megazine, que não é peixe pequeno.

As Organizações Globo são a maior corporação da grande mídia, que dão muito espaço a nomes como Mr. Catra, para esfregar na cara nas Caros Amigos que falavam que o funqueiro "segue invisível nas corporações da grande mídia". E esse asneirol foi citado quando Mr. Catra já estava bem à vontade na mídia "global".

SOS EMERGÊNCIA É VÍTIMA DA CRUELDADE DO MERCADO



O que é o país da mediocridade, que ceifa boas histórias e só pensa em resultados imediatistas.

Por causa do horrendo Pânico na TV, o excelente seriado SOS Emergência, uma das grandes criações do comediante e humorista Marcius Melhem (que não atua no seriado, mas é responsável em parte pelas histórias e pela redação final), pode ser cancelado.

O motivo é a baixa audiência, transferida para o programa sem-graça da Rede TV!. Sem graça, mas que está à altura do sensacionalismo e da vulgaridade reinantes na TV aberta.

Se fosse num país sério, SOS Emergência - que, de brinde, tem a lindinha Fernanda de Freitas no papel de uma enfermeira "sem graça" (?!) - teria tudo para ser um dos seriados mais cult do país.

Mas, no Brasil medíocre e brega, "cult" é Pânico na TV, Gabi Amarantos, Stefany Cross Fox, portal Ego, Waldick Soriano, DJ Marlboro, Gretchen, Wando, Michael Sullivan, Ratinho e até Paulo Maluf.

Nos EUA até ocorrem coisas assim - o brilhante Grosse Pointe, por exemplo, foi cancelado com menos de 20 episódios produzidos, logo na primeira temporada - , mas no Brasil a coisa chega ao máximo do absurdo.

O grande erro é que o ótimo humorístico foi colocado depois do decadente Fantástico - que, graças ao histórico bocejo do apresentador Zeca Camargo, ganhou o apelido Cansástico - , quando poderia ser colocado na terça-feira, depois do Casseta & Planeta, sendo realimentado por um humorístico mais popular (apesar dos cassetas terem se originado da imprensa nanica). SOS Emergência poderia ser transferido para esse horário, antes da ideia absurda de cancelamento do seriado.

Lamentável. Eu adoro a série SOS Emergência e sempre assisti a seus episódios. Mas também não sou daqueles fanáticos modulados das "rádios AM em FM" que dizem "o Ibope sou eu, eu ouço e por isso a rádio sempre está em Primeiro Lugar". Sei que uma audiência só não faz verão para a mídia e seus programas.

Meu humilde Ibope é nada diante dos interesses comerciais que rondam a Rede Globo.

É O LOBO, É O LOBO, É O LOBO!!



Com todo o respeito aos meus amigos da esquerda, mas agora é que não vou votar mesmo na Dilma Rousseff. Oficialmente, o sugar daddy, ou melhor, sugar-grandaddy Michel Temer, uma das múmias políticas do esquizofrênico PMDB, tornou-se o vice da candidata petista.



A esposa de Michel Temer, como se vê na foto, tem idade para ser neta dele. Além do mais, ele a conheceu quando ela ainda era menor. Ele não tem moral para participar de campanhas contra a pedofilia.

Já está até ecoando o antigo jingle político: "Bote fé no velhinho, que o velhinho é demais..."

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR



Por que será que as empresas estrangeiras torcem tanto para a hexaustiva vitória da $ele$$ão na Copa de 2010?

Como diz o ditado: "Quando a esmola é muita, o santo desconfia".

HOJE O BRASIL NÃO VAI JOGAR NA COPA



Quem vai jogar é a seleção brasileira de futebol, o que NÃO é a mesma coisa.