sábado, 24 de abril de 2010

"RÁDIO GLOBO AM" FM - RÁDIO FM VOLTA À PRÉ-HISTÓRIA



Quem sintonizar, daqui a uns dez dias, a clone em FM da Rádio Globo AM, cujo anúncio na Internet causa um suspeito rebuliço e um entusiasmo exagerado entre radiófilos pelegos, é bom se preparar.

Definitivamente, não será o rádio AM, em seus tempos áureos, que irradiará brilhantemente na Frequência Modulada. De jeito nenhum.

Primeiro, porque há muito tempo a antiga Rádio Globo AM, direitista, golpista mas pelo menos com uma programação decente, divertida e informativa, não existe mais. Mesmo transmitida somente em AM, a Rádio Globo era apenas sombra do que existia até pelo menos 20 anos atrás.

Se os mais renomados especialistas em rádio, com humildade e realismo, falam que a era dos grandes comunicadores de rádio já passou, pois o rádio atual cada vez mais sucumbe à linguagem superficial da TV aberta, então não podemos fingir otimismo e achar que meros comediantes frustrados, convertidos na recente geração de "comunicadores", mantenha a qualidade dos tempos áureos.

Com raras exceções, o "rádio AM" a ser transmitido na marra pelas ondas de FM simplesmente manterá o nível duvidoso e discutível da TV aberta. Sem qualquer preocupação com a verdadeira cidadania.

A programação será mais ou menos como as antigas FMs do Norte/Nordeste dos tempos da ditadura militar, sobretudo durante o governo Médici, com seu ranço populista conservador, a pré-história do rádio FM brasileiro. O rádio FM regrediu, com certeza.

É o ritmo da grande mídia, mais preocupada com a concentração de poder de seus donos, com o controle social da população através de uma programação "asséptica", e com a ganância pelo lucro fácil, imediato e maior.