terça-feira, 5 de outubro de 2010

FOLHA DE SÃO PAULO: DESACONSELHÁVEL PARA MENTES SENSÍVEIS



Segue o que Paulo Henrique Amorim escreveu sobre a Folha de São Paulo, que reproduzimos bem no estilo "navalha" do jornalista e blogueiro:

Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler.

Porque publica palavrões.

Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma.

Que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou;

E que é o que é, porque o dono é o que é;

Nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.


Podemos acrescentar também o seguinte:

A Folha persegue blogueiros.

A Folha defende políticos conservadores, mas diz ser "independente".

A Folha censura blogs que parodiam seu showrnalismo.

A Folha defende tendências brega-popularescas como se fosse "cultura de vanguarda".

A Folha foi a escola de Pedro Alexandre Sanches. Aliás, o tecnobrega que Pedro tanto gosta apareceu livre leve e solto nas páginas do jornal dos Frias.

Nenhum comentário: