terça-feira, 28 de setembro de 2010

A DEFESA DO BREGA-POPULARESCO SÓ TEM UM PROPÓSITO



A defesa da intelectualidade etnocêntrica, não só da hegemonia da música brega-popularesca e de seus valores associados da domesticação do povo pobre, como da sua inclusão no panteão da Música Popular Brasileira, não tem outro propósito.

Seu propósito é de reservar, no salão das elites, um canto para a expressão do "mau gosto" no espetáculo chique da alta sociedade.

O que, em outras palavras, significa, para essa intelectualidade, reservar um cantinho de fezes de cachorro no salão do apartamento da madame.

Nenhum comentário: