segunda-feira, 19 de julho de 2010

CERTAS PAÇOCAS FAZEM MAL À SAÚDE!!



Atenção, Caros Amigos, urgente!! Atenção, Fórum Social Mundial!! Atenção mídia de esquerda em geral!! Urgente, urgentíssimo!! Tirem suas ceras de ouvido, tirem os véus dos olhos, e prestem atenção a este texto e à foto que o ilustra.

Além do mais, os ritmos do brega-popularesco que o (para sempre) pupilo de Otávio Frias Filho, Pedro Alexandre Sanches, defende nas páginas da imprensa esquerdista tão logo vão parar nas páginas da Folha de São Paulo e em todos os veículos das Organizações Globo, principalmente a Rede Globo de Televisão.

Foi assim com o tecnobrega, com direito a tratamento VIP e tudo, e até uma rebatizada generosa na revista Época, que passou a chamar o estilo de tecnomelody.

Enquanto a mídia de esquerda faz sua batalha, no âmbito político, contra a "ficha suja" de vários políticos brasileiros, ela se esquece de ver a "ficha suja" de certos jornalistas que rondam as redações de esquerda fazendo as mesmas pregações em torno da "cultura popular" apátrida, caricata, estereotipada e comercial que as Organizações Globo e o Grupo Folha já defendem com indisfarçado entusiasmo.

A imprensa de esquerda ainda não encontrou a trilha sonora ideal para sua narrativa das tensões políticas que acontecem no Brasil e no mundo. Essa trilha sonora brega-popularesca, a suposta "música popular" de consumo, com P maiúsculo de "porcaria", é que nada tem a ver com as lutas populares. Nada, mesmo.

Um comentário:

Lucas Rocha disse...

Será que o tecnobrega, do qual Pedro Alexandre Sanches tanto gosta, vai superar a armação do "funk carioca" como a pior armação das Organizações Globo desde 1988, quando o marajá Fernando Collor ainda era governador de Alagoas? Esse ritmo paraense já apareceu no EjectBeat do Recife e no Circo Voador do Rio de Janeiro.