domingo, 18 de julho de 2010

BRITTANY MURPHY MERECE TODO CARINHO


BRITTANY MURPHY - Lindíssima, adorável, divertida, inteligente, grande atriz. Mas há quem se esqueceu disso.

A maravilhosa atriz norte-americana Brittany Murphy nos deixou muito cedo, há sete meses, aos 32 anos. Foi um domingo triste para a atriz, que de forma dolorosa regressou para a pátria espiritual sob as pressões do sensacionalismo da imprensa fofoqueira.

Passado todo esse tempo, o que mais se vê nas buscas do Google sobre ela são tão somente os desdobramentos da sua tragédia, incluindo o óbito posterior de seu viúvo, o roteirista de TV Simon Monjack.

Todo esse noticiário trágico é deprimente e faz esquecer da mulher admirável que fez sua breve passagem entre nós com talento, simpatia e bom humor.

Cerca de um mês antes dela falecer, o Supercine, da Rede Globo, exibiu o filme A Agenda Secreta do Meu Namorado (Little Black Book), protagonizado por Brittany, que faz no filme uma produtora de TV. A simpática e divertida comédia, que tem também a atriz Holly Hunter no elenco e conta com trilha de músicas de Carly Simon (que também faz uma aparição no filme), dá uma mostra do talento de Brittany, de seu jeito jovial e divertido, de uma beleza ao mesmo tempo nerd e fascinante.

Sim, Brittany Murphy, que havia participado de outros filmes - Recém-Casados, Sin City, Across The Hall e, sobretudo, As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless) - , além da brilhante interação com a hoje mulheraça Dakota Fanning no filme Grande Menina, Pequena Mulher, era uma grande atriz que, nos últimos meses de vida, não era muito bem compreendida pela indústria cinematográfica. Consta-se que ela havia discutido com produtores de um desenho animado para o qual ela participou da dublagem.

Não vamos aqui mencionar nem comentar sua tragédia. Só podemos afirmar que foi triste perder a doce e adorável Brittany Murphy. Mas, curiosamente, quatro dias depois do seu falecimento, pude assistir ao filme Grande Menina, Pequena Mulher e ficar encantado não só com a atriz mirim - hoje a sexy loiraça de Eclipse - , bastante intuitiva e desenvolta, mas com a própria Brittany, cuja atuação é até poética e cativante.

A repercussão de sua tragédia é tal que até agora não há notícias dos quatro derradeiros filmes em que Brittany participou e que, até aquele triste 20 de dezembro de 2009, estavam em pós-produção.

Torna-se triste este baixo astral, porque ele não combina com a personalidade com que Brittany Murphy sempre marcou, a da garota alegre, linda, divertida, bem humorada, inteligente e talentosa.

Apesar das dificuldades que foram muito duras para ela aguentar - se bem que acredito que, se o socorro médico tivesse sido mais ágil, ela teria sobrevivido - , uma frase que ela deixou guarda uma boa lição de vida: "Todos têm seus anos difíceis, mas muitas vezes os anos difíceis acabam se tornando os grandes anos de toda a sua vida, se você sobreviver a eles".

Brittany Murphy merece todo o nosso carinho. Vamos nos lembrar não da tragédia, mas do que Brittany representou de positivo e alegre para todos nós.

Obrigado, Brittany!

Nenhum comentário: