quarta-feira, 16 de junho de 2010

VEJA O QUE O JORNAL MEIA HORA ACHA QUE É "VIVER BEM"



A imprensa populista atua como capanga dos barões da grande mídia quanto ao controle social e manipulação da opinião pública.

Pois os jagunços eletrônicos do jornal carioca Meia Hora, sempre ocupados com assuntos que seus jornalistas julgam "importantes" - as noitadas dos jogadores de futebol, o cotidiano dos ex-integrantes do Big Brother Brasil, a "superioridade" dos músicos de brega-popularesco, a "beleza" das boazudas de plantão, fora os noticiários policiais anunciados com trocadilhos "engraçadinhos" - , aprontaram mais uma vez na edição de hoje.

Fazendo críticas à (obviamente) medíocre atuação da $ele$$ão brasileira de futebol, na partida contra os jogadores da Coréia do Norte - o resultado foi favorável para os "amarelões", mas o placar saiu fraco - , o jornal Meia Hora noticiou a curtição do jogador do Santos, Neymar (favorito dos futebolistas fanáticos, mas vetado por Dunga) como se fosse algo elogioso.

Segundo o jornal, Neymar foi assistir a uma apresentação de "pagode" (o sambrega do Grupo Revelação), e no evento tentou conquistar uma musa funqueira.

Tinha que ser um jogador como Neymar. Eu é que não faço tais "curtições". Nem se me pagassem.

Nenhum comentário: