quinta-feira, 17 de junho de 2010

PRETENSIOSISMO À BRASILEIRA



Este é o discurso que anuncia um modismo comercial dançante nos EUA:

"O ritmo do momento! A mais nova sensação! Ritmo quente! A febre da juventude! A mais nova dança, para você curtir a noite inteira! O grande sucesso da temporada! Ritmo alucinante, para alegrar a moçada! Sinta o calor, sinta o sucesso! É dançar até o sol raiar!".

Já este é o discurso que anuncia um modismo comercial dançante no Brasil:

"Expressão da dor do povo pobre da periferia, o ritmo tal toma conta das danceterias da cidade e é tocada a toda hora nos bares, nos camelôs, em toda parte das ruas. No entanto, o ritmo tal sofre a rejeição da crítica especializada, líder de uma cruzada moralista (sic) dotada de muito preconceito e inveja. Mas, reconhecendo os signos, os símbolos e os ícones do ritmo tal, nota-se que esse ritmo não conta com qualquer espaço na grande mídia e que estabelece todo um sistema próprio de distribuição, divulgação e produção artística, num cenário de novos significantes e significados dentro da moderna sociedade globalizada".

Cá para nós, o discurso feito nos EUA é bem menos pretensioso, bem menos demagógico e, sobretudo, bem menos mentiroso.

Nenhum comentário: