quarta-feira, 23 de junho de 2010

MÍDIA APÁTRIDA, CULTURA APÁTRIDA



Mídia apátrida, manipuladora, defensora de interesses anti-nacionais, inimiga dos movimentos sociais, deturpadora da cultura brasileira.

Mídia gananciosa, que defende um Brasil de uns poucos ricos, fortalecido às custas da pobreza e do sofrimento do povo pobre.

Mídia imperialista, não só por defender o imperialismo, mas por defender o seu imperialismo doméstico, se julgando acima até mesmo da autoridade específica de um técnico de futebol.

Mídia mercenária, tendenciosa, que manipula a verdade, que mexe com a História como se fosse uma massa de modelar, como se a mídia grande tivesse também controle sobre o passado da humanidade.

Mídia que domestica o povo através do entretenimento e não assume a responsabilidade por tamanha manobra.

Mídia que deturpa a Música Popular Brasileira, destruindo suas raízes, "saudavelmente" misturadas com tendências estrangeiras que não complementam nem enriquecem, mas dominam e enfraquecem.

Mídia que deturpa os valores culturais de nossos povos, dissolvendo o trabalho social de gerações, destruindo a ética, desqualificando a ecologia, distorcendo as relações interpessoais, pervertendo a infância, deturpando o respeito aos mais velhos (de preferência, mantendo apenas o respeito aos maus velhos).

Mídia que transforma os manifestantes sem-terra, que apenas querem lugar para plantar, escola para estudar, bons hospitais e qualidade de vida, em criminosos.

Mídia que transforma criminosos passionais, que tão fria e brutalmente transformam suas próprias companheiras em cadáveres, em coitadinhos sofredores, numa impunidade que não é mais só a da lei, mas a impunidade do consentimento, da passividade com as injustiças que beneficiam quem não merece.

Mídia que reclama a sua liberdade de expressão, mas condena a liberdade de expressão de todos aqueles que se comprometem pelo verdadeiro interesse público.

Mídia que ataca os outros, seja com ironias, desaforos e chantagens, mas que não quer que seja críticada por uma vírgula sequer.

Mídia que invade espaços críticos para impor seu ponto de vista dominante, quando nenhum de seus opositores invade a mídia dominante para espinafrá-la gratuitamente.

Enfim, mídia golpista, que não faz apenas o golpe político, faz o golpe social. Seu golpe é contra a sociedade brasileira, contra os movimentos sociais, contra o desenvolvimento autônomo de nosso país.

Mídia golpista. Mídia apátrida. Mídia anti-patriota.

Mídia que trabalha CONTRA o Brasil.

Mídia que trabalha CONTRA o povo brasileiro.

Nenhum comentário: