quinta-feira, 17 de junho de 2010

LATINO SE AUTOPROMOVE ÀS CUSTAS DE OZZY E RANDY RHOADS


OZZY CARREGA SEU AMIGO E GUITARRISTA RANDY RHOADS, QUE MORREU SEM VER SUA PARCERIA COM O CANTOR USURPADA POR UM ÍDOLO BREGA.

Na música brega nada se cria, tudo se copia. Pois o astro do "funk melody", Latino, havia feito uma versão para uma música de Ozzy Osbourne e do falecido guitarrista Randy Rhoads, "Crazy Train", um dos clássicos do heavy metal mundial.

Não que mexer numa música dessas fosse inadmissível, pois o programa Microsoft Songsmith possibilitou fazer uma simpática versão polka da música de Ozzy, que, creio, até o jovial cantor de metal, que de diabólico nada tem, iria gostar.

Mas, em se tratando da música brega-popularesca e suas intenções mais diabólicas que qualquer heavy metal supostamente satânico, há que se preocupar com o oportunismo do canastrão Latino, que, como a maior parte dos ídolos popularescos, prefere se apropriar de sucessos estrangeiros a criar algo que preste. De "Hunting High and Low" do A-ha a "Single Ladies" de Beyoncé. Isso quando não parasita algum sucesso manjado da MPB.

E aqui a apropriação inclui um clássico do rock pesado, cuja versão original é de apreciação restrita aos fãs do gênero, enquanto Latino, transformando a música de Ozzy em lixo, despejará "Crazy Train" - agora "Trem da Orgia" - para um público bem maior.

Quem quiser saber da letra da música, clique no arquivo abaixo, extraído de um tópico de uma comunidade anti-funqueira do Orkut.

2 comentários:

Marcelo Pereira disse...

Detalhe importante. Os fãs de Latino ou de qualquer popularesco costumam citar o heavy metal como tipo de música que odeiam.

Bruna disse...

Fiquei curiosa em saber o que diz essa música, mas tenho muito medo do que vou ler, então creio que seja melhor ficar no desconhecimento mesmo.


Me espantei em saber que essa anta sabe da existência do Ozzy...!