quarta-feira, 12 de maio de 2010

GOLPISMO CULTURAL ENVERGONHA


PARA OS REACIONÁRIOS DE PLANTÃO, LULA É CRITICÁVEL, MAS ALEXANDRE PIRES NÃO. NEM DE FORMA CONSTRUTIVA.

Veja como o reacionarismo dos defensores dos ídolos popularescos causa vergonha entre nós e que poderia causar vergonha até nos próprios defensores.

O presidente Lula é criticável. Tudo bem. E mesmo o grandioso Jesus Cristo, até certo ponto, também é criticável para outras pessoas. Podemos discordar das críticas feitas a Jesus, mas ainda é compreensível.

Mas não se pode criticar Alexandre Pires, Ivete Sangalo, Zezé Di Camargo & Luciano, Vítor & Léo, João Bosco & Vinícius, Banda Calypso, Belo e Chiclete Com Banana, cuja mediocridade artística salta nos olhos e nos ouvidos.

Não se pode falar mal de um espirro de cantor de axé-music para fulano mandar mensagem nos mandando para p... e dizendo mil desaforos num texto escrito em português catastrófico e errado.

Alexandre Pires mal consegue fazer um samba, dentro daquela linha estereotipada do "pagode mauricinho", e temos que considerá-lo "grande sambista" senão a milícia Talifã, de verdadeiras marionetes da grande mídia, põe seu reacionarismo em ação. Zezé Di Camargo fala muita besteira nas entrevistas, e temos que chamá-lo de "sábio", senão os Talifãs despejam sua fúria em nós.

Isso mostra o quanto o reacionarismo dos fãs, adeptos ou até de assessores de ídolos popularescos, que vitimou até Artur Xexéo (no caso das fãs do breganejo Leonardo) e Bruno Mazzeo (no caso das fãs de Luan Santana) e que, no fundo, não passa de uma tradução contemporânea do antigo Comando de Caça aos Comunistas, torna-se uma grande ameaça para quem defende os valores culturais ameaçados de desaparecimento no nosso país, graças ao império milionário do brega-popularesco.

Mas esses talifãs pensam que isso vai beneficiar a imagem desses ídolos? DE JEITO NENHUM!!

Afinal, eles, expondo suas fúrias, sua ironia, seus textos muito mal-escritos, causam problemas sérios com isso, porque a música que defendem depende de uma aura de alegria e alto astral, e como o brega-popularesco vive só de emoção, daí para o público achar que seus ídolos têm fãs fascistas, é um grande pulo.

Aliás, um recado para o tal "Vinícius": limpe seu vocabulário, porque você, no calor de sua raivinha mesquinha, pode soprar suas palavras porcas para Joelma e Chimbinha, arruinando suas carreiras.

Um comentário:

O Kylocyclo disse...

Até concordo que Lula seja criticável, pelos erros que fez. O problema é que, se Lula é criticável e Alexandre Pires não, então vivemos num país hipócrita, onde o reacionarismo, mesmo o mais enrustido, tenta impor seu pensamento único, desmoralizando quem não compartilha de seus valores.