sexta-feira, 21 de maio de 2010

CRIAÇÃO DE GENOMA SINTÉTICO PREOCUPA CIENTISTAS


O cientista Craig Venter, que comanda a equipe que descobriu a célula artificialmente modificada.

A comunidade científica está preocupada com uma das mais controversas revoluções da ciência, a descoberta do genoma sintético que permitirá a produção de vida artificial de organismos e seres.

A equipe liderada pelo cientista Craig Venter, dos EUA, conseguiu substituir três dados genéticos naturais de uma célula por outros criados em laboratório. Isso pode revolucionar a ciência para o bem e para o mal, e o que preocupa é o uso tendencioso dessa conquista, a exemplo da produção dos clones de animais, que pode causar malefícios. Assim como a clonagem pode se tornar uma arma imprevisível na produção de clones humanos, o genoma artificial, que, usado beneficamente, pode produzir remédios e combustíveis e ajudar até a despoluir o ambiente, se usado de forma maléfica pode produzir armas químicas.

É um assunto polêmico que renderá muitas discussões no mundo científico.

Nenhum comentário: