sábado, 3 de abril de 2010

O VERDADEIRO SOM UNIVERSITÁRIO - II - CARLOS LYRA


Professor de violão, jovem músico nos primórdios da Bossa Nova, e militante cultural da União Nacional dos Estudantes, sendo um dos participantes dos Centros Populares de Cultura. Portanto, um nome a zelar e a venerar da verdadeira música universitária brasileira. Carlos Lyra, ou Carlinhos Lyra para os íntimos, está na ativa até hoje e até daria um ótimo sogrão, porque tem uma linda filha seguindo seus passos musicais, Kay Lyra.

A música aqui é um protesto bem humorado que seu autor gravou originalmente em 1961, inspirado nas críticas dos detratores da Bossa Nova, que acusavam o estilo de ser um subproduto do jazz dos EUA. A influência jazzística é evidente, sim, mas a BN foi um grande exemplo da antropofagia cultural já falada quatro décadas antes pelos modernistas. Absorveu o jazz e os standards de Hollywood e, misturados com o samba, desenvolveu-se um ritmo próprio, que certamente não substitui o samba de morro, porque virou uma outra coisa bem diferente.

A música em questão é "Influência do Jazz", e aqui ela aparece na gravação histórica do festival da Bossa Nova no Carnegie Hall, em Nova Iorque, em 1962, com Carlinhos sendo acompanhado pela banda de Oscar Castro Neves.

Nenhum comentário: