quarta-feira, 17 de março de 2010

REACIONÁRIA DEFENDE ALEXANDRE PIRES


Uma tal de Francielle Siqueira despejou o comentário a seguir, com todo o reacionarismo a que ela se acha com direito. O texto é nervoso, mal escrito e extremamente ressentido:

"QUAL É O SEU NOME MESMO??? SE NÃO QUIZER ACEITAR ESSE COMENTÁRIO NÃO IMPORTA ,ME ADIMIRA UMA PESSOA QUE LÊ QUE TEM UMA CERTA CULTURA JA QUE É JORNALISTA NÃO DAR VALOR A UM CANTOR COMO ALEXANDRE QUE É SUCESSO INTERNACIONAL, VC NÃO GOSTAR É PROBLEMA SEU + PODIA RESPEITAR O TRABALHO DELE E DOS OUTROS QUE VC CITOU, COMPOSITORES MARAVILHOSOS QUE NOS PRESENTIARAM COM TANTAS MÚSICAS LINDAS HAHAHA QUEM É VC...ONDE VC ACHOU ESSAS PESQUISAS QUE VC DISSE ,DE QUE MUNDO VC É ? SOU FÃ PRA MIM É O MELHOR CANTOR DO MUNDOOO E PODE TER CERTEZA QUE ELE NÃO ESTÁ PRECISANDO DE SUA OPINIÃO NEM EU + NÃO GOSTEI DA FORMA QUE SE EXPRESSOU FOI MUITO BAIXO...VAI LÊ SABER + DA VIDA, DO TRABALHO E DAS CONQUISTAS DELE DEPOIS VC SE PRONUNCIA OK? VALEU".

Em primeiro lugar, Francielle, não vou tirar satisfações com você. Quem escreveu comentários baixos não fui eu, mas você. Além disso, nunca invadi blogs sobre Alexandre Pires para falar mal dele, NUNCA parti para baixarias contra ele. Critico ele como artista, mas não o critico como pessoa. Se você se sentiu ofendida, é porque esperaria que todo mundo pensasse como você, o que é impossível, falou?

Além disso, você é mesmo fã? Será mesmo? Ou será que não é uma divulgadora disfarçada? Ouvi falar que José Serra vai mandar seus internautas espinafrarem jornalistas que falem mal do governador paulista. Tudo indica que você está a serviço da mídia, da indústria fonográfica, dos empresários do entretenimento. Não disfarce.

Além disso, por onde eu ia, nos supermercados, passando pela vizinhança, pelas lojas etc, rolava um disco de Alexandre Pires. Tentei prestar atenção, de modo imparcial, apesar de não gostar da música dele. Não é culpa minha se ele faz música brega, se ele canta como um calouro do programa Ídolos, se ele sempre foi ligado ao tal "pagode mauricinho".

Claro que meu comentário não vai influir no sucesso dele, porque ele já tem protetores e tudo o mais. Por isso mesmo minha avaliação se dá por pesquisas culturais, sou jornalista e entendedor de música, repito.

Você está nervosinha porque acha que a popularidade do seu ídolo (ou cliente?) vai ser arranhada pelo meu blog. Não vai. Um comentário como o seu, Francielle, é que tem mais chances de botar a carreira de Alexandre Pires a perder do que minhas críticas, que NADA têm de ofensivas. Porque, para alguém que ler a sua mensagem espalhar que você é uma dama-de-ferro furiosa é um pulo, e de recado em recado as fãs do Alexandre Pires vão acreditar que o cantor tem defensores violentos.

Se você gosta mesmo do Alexandre Pires, Francielle, por que você se preocupa tanto com quem não gosta? Por que você perde seu tempo lendo o meu blog? Quer que eu pense como você e joga assim na minha cara o fato de minha visão ser diferente da sua? De que mundo você é, Francielle, o mundo dos que impõem o pensamento único?

Pois, repito, NUNCA invadi um blog a favor do Alexandre Pires para disparar desaforos contra ele. Como pessoa, desejo muita felicidade a ele. Mas, como artista, não posso me iludir nem fingir que ele é um grande sambista. Você já ouviu algum samba na vida, Francielle?

A quantidade de cantores negros que eu conheço e respeito é enorme. Para um Brasil que teve Donga, Ataulfo Alves, Clementina de Jesus, Cartola, Nelson Cavaquinho, João do Vale, Zé Kéti, Agostinho dos Santos, Noite Ilustrada, Jorge Veiga, Wilson Simonal - que teve um sucesso internacional muito mais espontâneo que Alexandre Pires, porque este precisou do apoio do casal Gloria Estefan e Emílio Estefan Jr. - e que continua com Milton Nascimento, Elza Soares, Dona Ivone Lara, Djavan e Martinho da Vila, querer endeusar a mediocridade artística de Alexandre Pires, sabendo o tipo de som que ele faz, é um contrasenso.

Segundo você, eu, como jornalista, tenho que me calar diante da mediocridade artística dominante. Sabe o que isso significa, Francielle: que você defende a CENSURA, ouviu? Você demonstrou ser intolerante, porque não aguenta críticas. Você é reacionária, e ainda vai levar gozação dos amigos por causa disso.

Limpe os ouvidos, Francielle, ou então mostre seu crachá de assessora ou divulgadora do cantor, ou sua carteira da Rede Globo, da revista Contigo, do Instituto Millenium ou de qualquer veículo ligado à grande mídia!!

O que é o som do Alexandre Pires? Mistura-se Alejandro Sanz com Bobby Brown. Isso está claro na comparação entre estes dois cantores estrangeiros e o cantor de sambrega. Ou então o som do cantor José Augusto misturado com pandeiro e cavaquinho. É ouvindo os discos que é a melhor pesquisa, e não as palmas que o cantor recebe quando vai ao Faustão.

Sua arrogância, Francielle, pode voltar contra você, até porque não fui eu que escrevi um texto de baixo nível. Critiquei como um crítico deve criticar, até causando polêmica. Mas você parece que é golpista, não age como verdadeira fã. Parece viver na Idade Média, com essa atitude tão reacionária.

Noto muita arrogância, nervosismo e esnobismo no seu texto, Francielle. Sem falar que é um texto muito mal escrito. Lamento por você ter tomado essa infeliz iniciativa de, no vão esforço em pregar o pensamento único, você espinafrar meu blog de forma mais suja e grossa.

Eu, repito mais uma vez, nunca fui a um blog favorável a cantores como Alexandre Pires para mandar mensagens ofensivas falando mal dele. Nunca. E nunca fiz comentários ofensivos à pessoa dele. Se ele simboliza a mediocridade musical, o problema não é meu. Ou então vou ter que me encher do pó de pirlimpimpim e fingir que o misto de Alejandro Sanz com Bobby Brown das suas músicas é "fusão de samba com Bossa Nova", fingir que é genial, revolucionário etc?

Ora, vá trabalhar Francielle!! Não perca tempo com sua raiva ressentida. Você pode se dar mal com um impulso desses. Quer que eu fale para o seu patrão que você "fila" o seu trabalho mandando e-mails ofensivos (que, logo vi, foram enviados depois do almoço)? Porque sua tarefa de espinafrar meu blog não é de uma verdadeira fã, mas de uma funcionária da mídia, mais preocupada com aqueles que não gostam do seu ídolo.

A verdadeira fã, repito, se preocupa em gostar do seu ídolo e não em perseguir quem não gosta.

Um comentário:

M.V "Shogun" disse...

O que não falta é gente pra defender assassinos, ops ele foi inocentado? não sei.

Não interessa, no Brasil famoso mesmo assassino não vai pra cadeia.