sábado, 6 de março de 2010

PARTIDO DA MÍDIA GOLPISTA DÁ SEU AVAL PARA O "REBOLATION"


A mídia golpista dá o maior apoio à Música de Cabresto Brasileira. Certo, ela não faz parte da discografia pessoal dos "barões" da grande mídia nacional e regional de nosso país. Afinal, essa "cultura do cabresto" é feita para controlar o povo pobre, e mesmo a penetração da "cultura" brega-popularesca nas universidades e nos redutos de classes média e alta, só serve para legitimar esse controle social, impedindo que referenciais verdadeiros da nossa cultura repercutam mesmo na classe média.

Pois Regina Casé, outrora atriz do revolucionário Asdrubal Trouxe o Trombone, convertida na titia dos pobres pela mídia golpista - que cada vez derruba antigos heróis, pois Pedro Bial, Arnaldo Jabor, Hermano Vianna, Marcelo Madureira e outros - , já apresentou o horrendo Central da Periferia (que seu produtor Hermano Vianna, aquele que, no quesito guitarrista, prefere o Chimbinha do Calypso ao hermano Herbert, sonhava ser um marco da TV brasileira), da Rede Globo, e agora tem um outro quadro no Fantástico, Vem Com Tudo.

Mas Regina Casé não cansou de mostrar o brega-popularesco que na "Central" foi inserida no saco de gatos que misturava o folclore brasileiro com a "lavagem musical" de bregas e neo-bregas, sobretudo funqueiros. E no ano passado já havia divulgado o "rebolation" (REBOLEJO), no mês de maio, para os telespectadores carneirinhos da emissora dos irmãos Marinho. Vejam aqui o texto da versão do site do referido programa:

Isto é que é uma pandemia! Não param de chegar vídeos de dança por aqui. O pessoal do rebolation (criação autenticamente brasileira?) ficou com ciúmes do destaque que o Vem Com Tudo deu para o jumpstyle e para o shuffle, e resolveu invadir nosso blog a partir de todas as frentes nacionais. Quem não gosta de rebolation é doente do pé.

O Carllos Lobo Guimarães, do Mato Grosso do Sul, mandou ver no rebolation mais “raiz” (hehehehehe): (Segue um vídeo)

Já o Gaabrielll, do Acre, é mais eclético na sua demostração de psy-rebolation e melbourne shuffle, e também nos efeitos irados de vídeo que também são a maior tendência na internet. (Segue outro vídeo)


A seguir, mostramos os mais recentes comentários feitos sobre o programa, todos elogiando o horrendo ritmo popularesco. Note o baixo QI e o dialeto "clubberês" (tipo gírias "balada" e "vey" ou "véio") da rapaziada amestrada pelo PiG do entretenimento:

1.
76
Felipe A. Riedi:
19 fevereiro, 2010 as 20:26

Rebolation se define em uma palavra! determinaçao (Y)
Ve o meu video der gostar ^^
http://www.youtube.com/watch?v=fRvXSSmkYsk
2.
75
thayllanny rebolation:
29 janeiro, 2010 as 18:11

adoro fazer parte dessa “enorme” comunidade de rebolation que ta no mundo inteiro ate os gringos tao adkrindo (rsrsrs)
3.
74
Gabriela:
7 dezembro, 2009 as 12:24

Gente, acho rebolation o máximo. E a moda pegou, hein? Agora é em todo lugar: em casa, na escola, na balada, no shopping e até no meio da rua! Eu até já aprendi uns passinhos, mas acho q o legal é criar. Uma amiga minha criou o “rodolation”, que é o giro com os pés juntos. Já tentei fazer, mas é difícil!
4.
73
fernando:
26 novembro, 2009 as 19:29

gostei mais da segunda dassa o muleque e mais rapido e fica mais bonito
os passosss
5.
72
paula:
14 novembro, 2009 as 14:48

rpz eu adorei o primeiro video, mas acho que ele podia ter dançado passos mais elaborados n tao simples…
O rebolation hj é mais criatividade, deslocamento e pra o ritmo ficar bom msm tem que por sentimento e acho que os passos dele foram muito simples e que ele tem capacidade pra dançar muito mais…
Parabens aew!
6.
71
Jardel:
12 novembro, 2009 as 14:08

Eu prefiro o Melbourne shuffle [M]uitO mais legal. mais dificil. e só kem dança [bem como eu ;* ] sabe como éh.
Melbourne shuffle Diimaiis <~~~~~ <3 rebolation="Forever…." v="rUHj0qkOk1s" v="gjTZghIEvs4">

Nenhum comentário: