quarta-feira, 24 de março de 2010

O QUE SÉRGIO PORTO ESCREVERIA SOBRE PAULO MALUF



Se o jornalista Sérgio Porto ainda estivesse vivo, nos seus 87 anos de idade, com a paciência de ainda escrever textos satíricos através do pseudônimo Stanislaw Ponte Preta, certamente ele teria escrito a seguinte nota sobre Paulo Maluf:

"O ex-governador de São Paulo, Paulo Maluf, entrou em processo judicial contra o promotor novaiorquino que enquadrou ele e seu filho, Flávio Maluf, na lista de procurados pela Interpol.

O motivo da ação judicial, alegado pelo ex-governador, é que a inclusão na lista foi ilegal, apesar do envolvimento de Maluf e seu filho no esquema de superfaturamento de obras na capital paulista e em desvio de dinheiro público para contas no exterior.


Com isso, é iniciada a campanha de reabilitação do político paulista, que alega ter sido muito castigado pelas denúncias na imprensa e pelos processos judiciais. Espera-se também a articulação de passeatas de entidades da chamada sociedade civil, desde representantes das donas-de-casa até autoridades da Igreja Católica, para pedir o "Salve, Maluf", como forma de manifestar o carinho e o apreço pelo hoje deputado federal.

Está prevista também a realização de um grande show no Vale do Anhangabaú, na capital paulista, também intitulado "Salve, Maluf", com a participação de cantores de sucesso nas rádios brasileiras.

Uma popular cantora de axé-music, cuja superexposição na mídia torna-a capaz de aparecer até em tributo de músicos esquimós da Groenlândia, teria confirmado presença".

Nenhum comentário: