sábado, 13 de março de 2010

JUVENTUDE PAGA-PAU QUER VER FAROFADA DOS GUNS N'ROSES



"Quanto riso, oh, quanta alegria, mais de mil palhaços no salão...". Temos que citar esse trecho da música "Máscara Negra", marchinha de Zé Kéti e Pereira Matos.

É para citar que, depois da vinda de Beyoncè Knowles ao Brasil, há tanto jovem correndo atrás de outro ícone do irrit-pareide internacional, a banda de metal-farofa Guns N'Roses, e só em São Paulo, onde hoje será a apresentação da banda do Axl Rose (não seria Chatoxl Rose?). Pior: os ingressos, de R$ 120 a R$ 400, não são lá muito baratos. Dava para eu encher a casa de comida com um dinheiro desses.

Como muita gente nasceu "ontem", muitos pensam que os Guns N'Roses são uma banda de rock clássico. Não me esqueço do estudante de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, há dez anos atrás, em estado de choque quando folheou meu zine - homônimo a este blog - e deparou com um texto em que eu dizia que o Guns não era banda de classic rock. E o cara parecia ter uns 23, 25 anos, na época. Deve ter seus 33, 35 anos hoje.

Mas como eu não nasci ontem e vou fazer 39 anos no próximo dia 21, por ter ouvido a Rádio Fluminense FM nos anos 80 e por conhecer bandas como Led Zeppelin, AC/DC, Thin Lizzy e Jimi Hendrix Experience (só para citar quatro super-bandas de rock), sem falar dos Beatles, que conheço até algumas faixas tocadas de trás pra frente (como "Efil Eht Ni Yad A"), é covardia dizer que Guns N'Roses é "rock clássico". Isso é o mesmo que chamar papagaio de minha águia.

Aliás, é totalmente ridícula essa onda "revisionista" que tenta creditar o metal farofa como se fosse "rock clássico", "rock'n'roll de verdade". Primeiro, porque musicalmente isso pouco tem a ver. Muita pose, muita pretensão, forçadamente roqueiro, nada a ver com o rock setentista original. E não estou falando de Alice Cooper (não seria Chatice Cooper?), que na verdade é o pai dos posers.

Falo das bandas citadas acima, Led Zeppelin, Thin Lizzy, AC/DC, Jimi Hendrix Experience ou JH & Band of Gypsies, e mais Deep Purple, Cream, MC-5, Beatles - sim, porque até a música "Helker Skelter" dos quatro rapazes de Liverpool põe os posudos pra correr - e muitas outras bem mais substanciais do que a bandinha de Axl.

Acho que a rapaziada anda ouvindo muito essas FMs horríveis nos últimos dez anos. Para quem acha o brega-popularesco a "nova MPB", rock'n'roll, para essa rapaziada, são essas porcarias de Bon Jovi, Guns N'Roses, Mötley Crüe, Marilyn Manson e outras palhaçadas.

Nenhum comentário: