terça-feira, 23 de março de 2010

GUERREIRO, O BOMBEIRO, QUER CONQUISTAR A "REDENTORA"



Guerreiro, o Bombeiro, se prepara para uma nova conquista. É a "Redentora", como os milicos de 1964 chamavam a sua "Revolução".

A "Redentora", apesar dos seus 46 anos - a mesma idade da gatinha Vera Zimmermann - , é uma velha caquética, antiquada, sem qualquer noção da realidade brasileira.

Deslumbrada com os enlatados estadunidenses, que lhe oferecem os referenciais de "democracia" e "civilização" que ela gostaria que fossem implantados no Brasil, a "Redentora" tem no seu histórico a extinção de partidos políticos, sindicatos, entidades civis das mais diversas, além de ter cassado direitos políticos, aprisionado, torturado e assassinado muita gente.

Mas tem gente que tem muitas saudades da "Redentora". E, pelo jeito, até quem a princípio lutava contra ela. Guerreiro, o Bombeiro, como se sabe, já tentou salvar o Instituto Millenium de ser queimado nos seus sucessivos incêndios provocados pela blogosfera. Mas parece que andou apagando os fogos com querosene, porque a coisa continua feia nas bancadas millenares.

Nenhum comentário: