sábado, 9 de janeiro de 2010

CUIDADO COM A MÍDIA POPOZUDA


Continua valendo o alerta que dou a todos os blogueiros que criticam a mídia golpista. A chamada "mídia gorda", abertamente reacionária, foi para a berlinda. A "mídia fofa", no episódio não só dos lixeiros como dos operadores de áudio,vide a ameaça dos executivos da TV Band, também foi para a berlinda.

Por isso mesmo, é bom que os críticos da mídia não se comportem como os "líderes de opinião", se limitando a ver o aspecto político da coisa. Há muitas armadilhas e a "cultura" popularesca é uma das piores armadilhas feitas para o povo, na medida que se trata de uma pseudo-cultura popular, esquizofrênica (sob o pretexto da "diversidade" e dos valores "universais"), pseudo-democrática, emburrecedora e alienante. Pior: quem defende o popularesco ainda tem a cara-de-pau de escarnecer a ideia de alienação cultural, como se tudo aquilo que é por tais pessoas defendido não é "alienado".

Os "exércitos" de popozudas, de bregas "universitários", funqueiros, pagodeiros, axezeiros, "jornalismos mundo-cão", fazem horrores para promover o conformismo social e imbecilizar a desprotegida população pobre. Não podemos sorrir diante desse universo, até porque em outros tempos víamos manifestações culturais do povo pobre de altíssimo nível, com o mínimo de decência possível.

Cabe agora verificarmos os males da "mídia popozuda", parte dela vestindo a capa da "mídia magra" enganando a verdadeira mídia alternativa. Amigos da Onça da cultura alternativa, da cultura popular e do folclore, empurrando glúteos siliconados das mulheres-frutas e similares, para o culto paternalista e etnocêntrico dos intelectuais.

Por isso, cabe ficarmos de olhos bem abertos.

Nenhum comentário: