domingo, 5 de julho de 2009

O ROCK EM GERAL DEVE MUITO A...JIMI HENDRIX!!!!



"Um músico que fundiu rock, soul, blues e funk (autêntico). O rock em geral deve muito a ele".

Essa frase sintetiza a visão que muitos jovens de hoje têm sobre...MICHAEL JACKSON (?!?!).

Mais grave, essa "pérola" de atribuir tais virtudes a um astro pop foram publicadas na comunidade da Legião Urbana no Orkut. O tópico já foi apagado.

Com toda a segurança, posso dizer que esse pessoal está delirando, a tragédia repentina os fez verem coisas.

Pois acabaram atribuindo tais virtudes ao negro errado. Quem realmente fundiu vários estilos foi Jimi Hendrix, grande guitarrista norte-americano (mas que fez parte de sua carreira na Inglaterra) que viveu entre 1942 e 1970, mas produziu um repertório inigualável e um talento de guitarrista até hoje sem igual.

Jimi Hendrix, sim, foi o negro para o qual todos os músicos e fãs de rock devem se ajoelhar de respeito e admiração. Ele começou como músico acompanhante de artistas de soul, rock'n'roll e blues, e depois foi fazer sua própria carreira. Era um guitarrista ágil, um talentoso cantor e compositor, e sua musicalidade era admirável por assimilar ou antever várias tendências.

Hendrix levou suas lições de tocar soul, blues e rock dos anos 50 para seu trabalho como intérprete e líder de bandas.

Foi um dos grandes nomes do rock psicodélico mundial, e seu Are You Experienced? é disco fundamental entre os álbuns de rock de 1967.

Como cantor e compositor, foi influenciado por Bob Dylan e gravou "All Along the Watchtower". O que significa que o folk também é ingrediente do som de Hendrix.

Tinha uma disciplina musical comparável a dos músicos de jazz. Não por acaso, Miles Davis ficou entusiasmado com o talento de Hendrix e os dois já falavam em parcerias musicais, coisa que a morte de Hendrix impediu de realizar.

Hendrix antecipou o rock pesado, com sua velocidade e pelo barulho de tocar guitarra. Para os headbangers, Hendrix é uma espécie de patrono do heavy metal.

Os efeitos eletrônicos dos discos de Hendrix - sobretudo Are You Experienced? - estabelecem uma ligação entre o som do guitarrista com a música concreta e a música eletrônica.

Hendrix também contribuiu para o rock progressivo, uma vez que sua dedicação musical foi modelo para o gênero, além do fato de que Keith Emerson também estava interessado em fazer parcerias com Hendrix, músico também admirado pelo "rival" do Emerson Lake & Palmer, o Robert Fripp do King Crimson.

Como vêem, as frases acima, atribuídas erroneamente ao Michael Jackson, na verdade são apropriadas ao músico de Seattle, cuja breve trajetória, no entanto, foi riquíssima para a cultura rock mundial.

Michael, no entanto, nunca foi roqueiro, e a tão falada "fusão de rock e funk" nem foi tanta assim, sem falar que depois do Thriller, Michael passou a fazer discos medíocres, com direito a "babas" convencionais tipo "Heal the world".

A tragédia de Hendrix deixou uma grande lacuna. E Hendrix não era um "produto" do show business, mas apenas um músico preocupado em fazer música. Sem essa de encher de dançarinos e sintetizadores.