domingo, 27 de dezembro de 2009

Renata Vasconcellos: Quanta diferença, diante da Priscila Pires


Oh, isso dói. Isso dói. Isso dói.

"Oh, dia, oh, céus", dizia em 1961 a hiena Hardy Ha Ha, no famoso desenho animado.

Pois quanta diferença faz uma mulher classuda, geralmente comprometida, com uma mulher vulgar, que está "solteira" à procura de um "cara bem legal".

Fiquei vendo, enquanto fazia minha refeição noturna, a Renata Vasconcellos sendo entrevistada por Fausto Silva - sim, meus pais veem o Domingão do Faustão - e, em que pese algumas posturas dela quanto, por exemplo, as Olimpíadas de 2016 no Rio, ela é de uma inteligência indiscutível, de uma voz lindíssima, tal como ela é no conjunto da obra, belissimamente bela, e como ela sabe falar de diversos assuntos com segurança, desenvoltura e charme. E ela ainda mostrava um vestido lindo, que mostrava as pernas sem apelar para o vulgar.

Fui comparar, logo depois, com a entrevista de Priscila Pires no mesmo programa, em uma gravação de arquivo publicada no YouTube. Nossa, que horror! Priscila tem até uma fala articulada, mas tem fala de dondoca e voz de fanha, e sabemos que ela não é charmosa e, mesmo sendo jornalista, não demonstrou a inteligência necessária para sua profissão.

Pior: como vemos uns tópicos abaixo, ela ainda veste roupas vulgares, compensando com o corpo o que lhe falta na mente, e tudo que ela fez conforme os sites de celebridades noticiaram se limitou apenas a noitadas com DJs famosos ou ensaios de escola de samba (atividade que nada tem de vulgar, mas tornou-se o "refúgio" de boazudas contra sua natural efemeridade na fama).

Não se viu Priscila Pires falando de política, nem lendo livros de ensaios de Umberto Eco, nem indo a eventos de artes plásticas, nem falando de movimentos culturais bacanas e nem sequer mostrando a vida das cidades sem se lembrar das impagáveis "noitadas".

E a ex-BBB ainda fez coisas tenebrosas, de causar mal-estar, como ir a "bailes funk", assistir aos horripilantes Aviões do Forró, ir a apresentações de axé-music (ou melhor, arghxé music) e vestir roupas vulgares.

Renata Vasconcellos é casada. Priscila Pires, não.

Snif!

Nenhum comentário: