sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

JOÃO GORDO NA REDE RECORD


Que muitas coisas acontecem que viram o mundo de cabeça para baixo, é verdade. Mas há momentos que a coisa chega a deixar as pessoas perplexas.

Pois o apresentador João Gordo, que os punks e roqueiros autênticos conhecem como o vocalista dos Ratos do Porão, banda de hardcore veterana e mundialmente conhecida, foi contratado pela Rede Record.

Quem conhece o repertório dos Ratos do Porão sabe que existe uma música chamada "Igreja Universal", tão carinhosa com os pastores do nível de Edir Macedo, R. R. Soares, Silas Malafaia e outros quanto a Veja é carinhosa com o Movimento dos Sem-Terra. Ou seja, é lenha baixando atrás da outra.

É evidente que João Gordo, como apresentador, é mais "digestível" do que o João Gordo vocalista de banda. Ele foi até acusado de traidor do movimento punk, mas depois as pessoas perceberam que João Gordo separa bem as duas funções.

Mas que João Gordo ser contratado pela Rede Record torna-se estranho pelo fato da rede ser propriedade de Edir Macedo, isso é verdade. Que João Gordo trabalhou na rádio 89 FM, que, apesar do rótulo "A Rádio Rock", não passava de uma Jovem Pan 2 com guitarras, dava para entender. Que João Gordo, como apresentador, entrevistou muita gente popularesca - a reprise do programa Top Top da MTV mostrou ele entrevistando os infames Chitãozinho& Xororó - , também dava para compreender. Mas trabalhar na Rede Record?

João Gordo tem que amaciar cada vez mais o discurso, como apresentador de televisão, enquanto mantém a fúria sonora com sua banda. Mas ficará estranho o grupo tocar a música "Igreja Universal" quando seu vocalista se torna empregado do "bispo" Edir Macedo.

Nenhum comentário: