terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Defensores do "funk carioca" dizem que nunca praticaram jabaculê


Defensores do "funk carioca" (FAVELA BASS) juram que nunca praticaram qualquer tipo de jabaculê nos 25 anos de existência desse ritmo. Juram que nunca fizeram jabá seja com rádio, TV, com intelectuais, com celebridades nem políticos.

Mas também o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, jura de pés juntos que nunca, em nenhum momento, recebeu propina nem praticou qualquer tipo de corrupção.

Então tá.

Um comentário:

Lucas Rocha disse...

Alexandre,
Já sei tudo o que poderia acontecer com o "funk carioca". Por exemplo, se, em 2014, esse ritmo entrar em decadência, seus "cantores" e dançarinos vão virar empresários. Mas, mudando de assunto, se, lá em Tanguá (a "cidade-satélite" fluminense), os estudantes esquerdistas fizessem uma passeata pedindo a aposentadoria da Mulher Gigante (IS), será que ela vai abrir uma rede de supermercados ou vai se mudar para a seresta?