quarta-feira, 25 de novembro de 2009

EMI relança discos de Wilson Simonal


Você acha o Alexandre Pires o máximo de requinte e talento musical? Já estava acreditando que o Belo é "boa gente"? "Redescobriu" Benito di Paula e Luís Ayrão como "gênios injustiçados" de nossa música?

Pois desista de tudo isso e, se tiver algum disco desses caras acima, pode vender no sebo de seu interesse.

A EMI relança todos os discos que o cantor Wilson Simonal gravou na companhia, que são 12 LPs e os diversos compactos que foram reunidos numa coletânea em CD duplo. O ícone da "pilantragem" (mas totalmente avesso à picaretagem) mostra nesses discos os motivos de seu grandioso sucesso, que ativou ao longo dos anos a ação de oportunistas, como os citados no primeiro parágrafo.

Por isso mesmo, quem quer o verdadeiro suíngue brasileiro, é melhor desligar a TV na hora do Faustão e comprar os discos desse nome da MPB autêntica, que tem até um seguidor vivo e ativo, Wilson Simoninha, também mandando brasa na música brasileira.

Um comentário:

Marcelo Pereira disse...

Simonal é qualidade garantida. Ele é do tempo em que música de sucesso era sinônimo de música de qualidade.

Um grande gênio injustiçado por um boato lançado por ex-seguranças e que acabou destruindo sua carreira e até sua vida.

Mas o seu suingue legítimo e ultra-criativo deve ser levado como exemplo para todos aqueles que querem ouvir ou fazer boa música brasileira.

Ah. Não precisamos de axezeiros, funqueiros, breganejos e similares. Simonal sozinho acaba com esses verdadeiros pilantras, mercenários musicais.

Porque a pilantragem dele era uma saudável brincadeira, uma pilantragem do bem.