sábado, 28 de novembro de 2009

AC/DC AGITOU MULTIDÃO EM SÃO PAULO


Nem a chuva e a trovoada espantaram os fãs na espera do grupo AC/DC no Estádio do Morumbi. A apresentação do grupo, segundo informa a imprensa - claro, eu não pude ir ao show, por sérias restrições orçamentárias (ainda espero convocação da Infraero e a prova do IPHAN) - , foi impecável. Foi um verdadeiro clima de festa, desses que a axé-music não consegue ter.

Afinal, se trata de uma das mais conceituadas bandas de rock pesado, vinda da Austrália, e que conseguiu se manter firme mesmo depois do falecimento do vocalista original, Bon Scott, em 1980 (ele integrou a quina trágica do rock daquele ano, com Ian Curtis, John Bonham, Darby Crash e, sobretudo, John Lennon). O atual vocalista, Brian Johnson, tem tanto carisma quanto o anterior, e forma com o guitarrista Angus Young uma das mais populares duplas da história do rock.

O grupo mostrou para cerca de 65 mil espectadores uma grande retrospectiva de sua trajetória, incluindo músicas originalmente gravadas por Scott, mas sem menosprezar a fase atual, que teve também a recente música "Black Ice", título do recente disco de 2008 e da turnê que o grupo realiza atualmente, e da qual faz parte esta apresentação.

Quem gosta de rock pesado sabe que viu uma grande banda, discípula do Led Zeppelin, veterana em plena forma. E quem observa bem sabe que o AC/DC também tem um pouco de blues. E os ingressos até que foram baratos, R$ 5 reais até a apresentação, e R$ 10 durante a mesma.

A propósito, o que é Guns N' Roses?

Nenhum comentário: