quarta-feira, 28 de outubro de 2009

MATERIAL EDUCATIVO FOI JOGADO NO LIXO



Milhares de livros foram encontrados no lixo próximo à escola Eugênia Vilhena, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Boa parte do material ainda não havia sido utilizada pelos alunos, havendo até livros ainda embalados. A diretora e vice-diretora da escola foram afastadas por decisão da Secretaria de Educação de São Paulo.

Triste situação, essa. Desperdício de material educativo é crime contra o patrimônio.

Mas deve haver idiotas que adoram. A turma do mal, de clubbers compulsivos e hackers caipiras, infiltrada nos "cantos escuros" das comunidades mais populares do Orkut, deve dizer assim:

"Naum vj nd mau nisso galera. Eh soh reciclar o papel pra coisas mais importantes cm panfleto de baile funk. Vai ser déis galera."

Já os militantes do "funk", já que este ritmo foi citado na tal frase, devem também comemorar:

"Livro é desnecessário. É só ensinar a criançada um funk que ninguém precisa ler. Só precisa assinar o nome. O resto o funk resolve".

Tem louco para tudo.

Nenhum comentário: