quinta-feira, 22 de outubro de 2009

KING CRIMSON HOMENAGEOU MOVIMENTO BEAT


A banda King Crimson lançou uma trilogia de álbuns com a superformação que a consagrou nos anos 80.

Sabemos que o King Crimson era um grupo de rock progressivo liderado pelo guitarrista Robert Fripp, e que lançou seu primeiro álbum em 1969, In The Court Of Crimson King. Noutra oportunidade falarei mais dessa banda.

Pois entre 1981 e 1984 o grupo tinha uma outra formação que, apesar da liderança de Fripp, desenvolveu um verdadeiro espírito de banda. Claro, eram três outros músicos juntos a ele. Adrian Belew, guitarrista e vocalista, era músico de David Bowie na fase "alemã" do cantor inglês. Tony Levin foi baixista da banda de Peter Gabriel e considerado um dos melhores músicos deste instrumento. Bill Bruford foi o super baterista do Yes.

Sem demorar muito neste tópico, a trilogia (padronizada com capas com uma cor e textos em outra) se chamava Three of a Perfect Pair e teve três álbuns: Discipline (1981), Beat (1982) e Three of a Perfect Pair (1984). Todos grandes álbuns.

Beat
homenageou o movimento beat. Todas as faixas são alusões a referências deste movimento. Algumas referências de algumas faixas do disco:

"Neal and Jack and me" se refere a uma relação de amizade e talvez um caso de amor homossexual entre Jack Kerouac e Neal Cassady, outro expoente beat.

"Heartbeat" é o nome do livro que a esposa de Neal, Carolyn Cassady, escreveu sobre sua vida entre os beatniks.

"Sartori in Tangier" é relacionada ao livro de Kerouac, Sartori in Paris, e a cidade de Tangier, em Marrocos, onde vários escritores beat chegaram a ter residências.

"Neurotica" é o nome de uma revista do movimento beat.

"The Howler" é alusão ao poema de outro escritor beat, Allen Ginsberg, chamado "Howl", bastante lido pelos militantes da Contracultura dos anos 60.

Para os brasileiros que ouvem rádio, uma informação:

Um trecho instrumental de "Neurotica" serviu de fundo musical para o programa Patrulha da Cidade, da antiga Super Rádio Tupi (hoje Infra Rádio Tupi).

Nenhum comentário: