sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Belo Horizonte é primeira capital a desmentir mito de "cidade mulher"


A cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, é a primeira capital brasileira a desmentir o mito de "cidade-mulher" que existe nas cidades brasileiras localizadas no litoral ou em regiões metropolitanas desenvolvidas (se não localizadas no litoral).

Outrora conhecida como capital brasileira com maior número de mulheres, Belo Horizonte registrou, no levantamento recente do IBGE, divulgado esta semana, uma proporção de 92 homens para cada grupo de 100 mulheres, representando um equilíbrio populacional entre os dois sexos, e mostrando a queda da diferença populacional entre homens e mulheres.

No entanto, a tendência apresentada pela capital mineira é nacional, já que, para cada grupo de 100 mulheres, o número de homens varia entre 87 e mais de 100, o que pode contribuir para o fim futuro do mito de que o Brasil é um "paraíso" de mulheres disponíveis. E que, em todas as capitais com supremacia feminina na população, tal índice está diminuindo a cada censo.

Outro aspecto neste sentido observado em Belo Horizonte, é que, segundo o IBGE, os mineiros estão se casando mais, numa proporção de oito casamentos por cada grupo de mil habitantes.

Nenhum comentário: