quinta-feira, 29 de outubro de 2009

ASSOCIE AS IMAGENS AO DISCURSO ABAIXO


Enquanto você vê essas duas fotos, compare-as com o discurso de um típico intelectualóide defensor do "funk" sobre a abordagem da mulher pelo ritmo carioca:

"O funk é a voz do povo. E, como não podia deixar de ser, é a voz da mulher. Com o funk, a mulher busca dignidade, clama por mais direitos, com o funk, a mulher pobre e brasileira mostra sua beleza, seu poder, sua decência. Com graça e ternura, mas também com energia para enfrentar os preconceitos, a mulher funkeira bota a boca no trombone, sem medo. A mulher quer sua vez e tem sua voz. Por isso o funk também tem seu lado feminista, valoriza a mulher mais do que qualquer outra manifestação, é um poderoso instrumento de libertação da mulher da opressão social daqueles que injustamente condenam um dos ritmos mais populares do país e do mundo".

Um comentário:

Marcelo Pereira disse...

A foto da Melancia é uma das mais grotescas que já vi na minha vida. Essa puta é uma vadia sem tamanho. Vulgar, idiota e groseirona.

De mulheres com essas daí, quero diatância!!!