quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MAIS UM INGÊNUO ELOGIA O "FUNK"


Quanta ingenuidade. Mais um famoso adere à máquina marqueteira do "funk carioca", que disputa com o breganejo o título de vice-liderança no mercadão brega-popularesco (liderado pela axé-music, a maior corporação brega-popularesca do país, já que tem penetração total em todas as regiões brasileiras).

É o DJ francês David Guetta, que fez elogios ao patético "Rap das Armas", gravado tanto pela dupla MC Cidinho & MC Doca quanto pela dupla MC Júnior & MC Leonardo (o da APAFUNK). Seguem as "pérolas" do DJ:

"Essa música é incrível. Toda vez que eu toco o início dela, a parte do 'Parapapapapa papa papa' (cantarola Gueta ao telefone), as pessoas vão à loucura, principalmente na Europa"

Primeiro, quem vai à loucura é a platéia chapada de clubbers, que certamente iriam à loucura também se o Coelhinho da Páscoa aparecesse e desse o grito do Tarzan. Guetta queria dizer que o horrendo "funk" ganhou o mundo, mas todos nós sabemos que esse papo todo é o mesmo da lambada, só atrai a adesão de turistas brasileiros que vivem no exterior ou, quando muito, de uma minoria de gringos lunáticos, desses que quando chegam ao Brasil fazem o papel de turistas apatetados que eu vi até o saudoso geógrafo Milton Santos criticar em uma palestra à qual assisti, em 1998, em Salvador.

Lamentável esse universo popularesco de defensores intolerantes, que poderiam muito bem ficar na sua. O "funk" e o breganejo já têm seus "bailes funk", seus rodeios, suas rádios popularescas, suas Nativa FM, Band FM, Transamérica, Beat 98 etc. Para que eles vão espinafrar este blog? Eu não vou aderir ao que eles pensam e acreditam, não. Eles que fiquem na sua.

Nenhum comentário: