terça-feira, 1 de setembro de 2009

FARSA DO "FUNK" PODE SER PROMOVIDA OFICIALMENTE COMO "MOVIMENTO CULTURAL"


"Funk carioca", um dos ritmos mais corrompidos da Música de Cabresto Brasileira, ganhará o rótulo de "movimento cultural" para garantir mais lucro para seus empresários e DJs, em detrimento da sociedade, que será ludibriada com o discurso "social" acerca do ritmo.

Hoje a Assembléia Legislativa vai votar o projeto que transforma o "funk carioca" em "movimento cultural e musical de caráter popular", com o objetivo de incluir o ritmo popularesco no ensino nas escolas e comunidades.

Juntamente a isso, pode ser revogada a lei que estabelece restrições aos "bailes funk", mas nenhuma medida alternativa está prevista para evitar poluição sonora desses eventos.

Tudo isso é uma farsa - é a sociedade baixando as calças e cagando para a cultura brasileira - , pois o rótulo favorece tão somente os empresários do gênero, que terão mais lucro e não dependerão da reputação provisória do modismo. Com o rótulo de "movimento cultural", o "funk carioca" terá mais sobrevida na mídia.

A propósito, MC Leonardo e Mr. Catra parecem não depender mais da mídia de esquerda para se autopromoverem. Eles foram citados positivamente em reportagem da Revista do Globo do último dia 30 de agosto.

5 comentários:

Marcelo Pereira disse...

Se esse projeto for aprovado será uma verdadeira violência mortal contra a cultura brasileira.

Observando todas as características do "funk" carioca, temos a certeza de que ou essa gente que defende não têm senso do ridículo, ou se tem, está usando o rótulo de cultura para se favorecer financeiramente.

Porque a música "funk" é ridícula, patética, grosseira e pré-histórica. Voltaremos a Idade da Pedra com os trogloditas (troglôs, para os íntimos) "guiando" a nossa cultura.

SOCORRO!!!

Marcelo Delfino disse...

Sugiro um boicote às futuras candidaturas dos deputados que votaram a favor do projeto. O que deve incluir quase todos os 70 deputados estaduais, inclusive o homem à frente do projeto, sr. Marcelo Freixo (PSOL).

Edilson Trekking disse...

Concordo com Marcelo, vocês deveriam publicar a lista dos que votaram a favor dessa "linha involutiva da música brasileira"

Os cientistas já estão pesquisando O funk e toda a cultura brega-popularesca.As teorias mais aceitas indicam que se trata de um fenômeno INVOLUCIONISTA , QUE FEZ SURGIR UM RAMO HORIZONTAL,NA ESCALA ASCENDENTE da evolução do homo sapiens.Trata-se do homo bregus.

Edilson Trekking disse...

Vou mandar uma caixa de óleo de peroba aqui do sul pra voces entregarem pros "nobres" deputados .
No primeiro lote vai 70 unidades ?

Marcelo Delfino disse...

Tenho mais dois nomes de deputados estaduais que ajudaram o Freixo nessa frente funqueira: Paulo Melo (PMDB) e Wagner Montes (PDT), este último pré-candidato a governador.