quinta-feira, 27 de agosto de 2009

NITERÓI PODERÁ TER SEXTA RÁDIO APOSTANDO NO ROCK


Pela sexta vez, o rádio de Niterói poderá estar novamente associado à cultura rock. Surgem rumores de que a Rádio Kiss FM, de São Paulo, entrará no Rio de Janeiro no lugar da OI FM, se o contrato da Rádio Jornal Fluminense FM (que se chamou Rádio Cidade durante quase 30 anos) com a telefonia mineira não for renovado.

Embora seja operada e instalada no Rio de Janeiro, a outorga dos 102,9 mhz do Rio de Janeiro é originária de Niterói, o que pode colocar a antiga capital do Estado do Rio de Janeiro novamente no mapa do radialismo rock brasileiro.

Cinco rádios niteroienses (uma delas somente na Internet) já investiram em programação rock: na década de 70, foi a Federal AM (atual Rádio Manchete AM). Entre 1982 e 1994, e entre 2002 e 2003, foi a Fluminense FM, e a Fluminense AM foi entre 2001 e 2002. Entre 2000 e 2002, a web radio Rocknet também apostou no rock. E, entre 2005 e 2008, foi a vez da Venenosa FM, ligada à Universidade Salgado de Oliveira.

MUITA ATENÇÃO: Não conta a experiência da Rádio Cidade entre 1995 e 2006 porque a emissora, na prática, era uma rádio pop que de rock só tinha o "vitrolão", já que em nada tinha da filosofia, do estado de espírito e nem da mentalidade roqueiros.

KISS FM: PRÓS E CONTRAS

A rádio Kiss FM ainda precisa melhorar sua programação e deixar alguns ranços viciados da 89 FM. Deixar de ter uma abordagem mais pop (tipo achar que Guns N'Roses e Alice Cooper são "o máximo"), tocar músicas menos conhecidas, parar com a fala em cima das músicas, além de parar de cortar as músicas no final (tive a infelicidade de ouvir a música "Brown Sugar" mutilada no final, quando eu estava no Aeroporto de Congonhas, numa escala aérea da linha Salvador-São Paulo-Rio). Também deveria banir o programa sobre futebol, porque esse papo de juntar futebol e rock como se fosse uma coisa só é uma das coisas mais chatas do mundo. E seus defensores, uns grandes "malas". Ainda vou falar deles em breve.

Graças a esses deslizes, a Kiss esteve perto de ter sua imagem apagada no radialismo rock, dando à emissora gaúcha Unisinos FM o título de única rádio de rock autêntico no país. Também a Kiss não se deve se contentar com as virtudes que possui. Deve se aperfeiçoar, porque a Internet já oferece em larga escala uma gama de informações sobre rock que antes somente as rádios mais alternativas podiam transmitir.

Nenhum comentário: