segunda-feira, 24 de agosto de 2009

BELCHIOR DESAPARECEU


Um mistério ronda a MPB autêntica há dois anos. O cantor cearense Belchior simplesmente sumiu do convívio social há dois anos. Em abril deste ano, ele chegou a aparecer para cantar junto com o baiano Tom Zé, mas depois sumiu novamente.

Familiares não conseguem estabelecer um novo contato com o autor de "Como nossos pais". Mesmo produtores e parceiros musicais não sabem o paradeiro dele. Um dos primeiros procurados pelos repórteres de Fantástico, programa da Rede Globo, o cantor de música caipira Renato Teixeira, também não tem a menor idéia do paradeiro de Belchior.

Belchior é um dos nomes originários da geração nordestina que se lançou na música brasileira no final da década de 60. Fanger, Ednardo - ambos cearenses como Belchior - , Alceu Valença, Zé Ramalho, Amelinha, Novos Baianos, Geraldo Azevedo, Xangai, entre tantos outros, juntavam a influência hippie dos EUA com a cultura regional nordestina, numa fusão que surpreendeu público e mídia entre 1969 e 1977, época de seu apogeu.

Belchior fez vários sucessos, como "Apenas um rapaz latino-americano", "Medo de avião", além da própria "Como nossos pais", célebre pela voz de Elis Regina. Aparentemente, Belchior parecia dar uma "incerta", pretendia mudar de vida, provavelmente no estilo "sem destino" no mais típico estilo beatnik. Ele está sumido desde 2007.


MANIC STREET PREACHERS, grupo inglês, cujo vocalista Richey James (segundo, da esquerda para a direita), também está desaparecido.

Desaparecimento similar houve na Inglaterra, quando a banda Manic Street Preachers, outrora um quarteto, sofreu um desfalque quando o vocalista Richey James Edwards simplesmente desapareceu no começo de fevereiro de 1995. Até agora não se sabe o que aconteceu com Richey James. A banda decidiu seguir sem ele, com o guitarrista James Dean Bradfield assumindo os vocais.

Belchior, segundo amigos, parecia descontente com a carreira. Não era bem compreendido pela mídia e pela crítica. Na prática, seguia uma carreira independente, e era bastante admirado pelos fãs. Na sua última aparição, numa apresentação ao vivo de Tom Zé, foi aplaudido pela platéia entusiasmada.

Numa época em que o brega-popularesco ensaia uma hegemonia absolutista, fazendo com que todos os antigos medalhões da MPB autêntica desaparecessem das rádios, o desaparecimento misterioso de Belchior desafia a todos. Segue aqui a reportagem citada do Fantástico:

Nenhum comentário: