segunda-feira, 6 de julho de 2009

O "líder de opinião" foi para uma festa de gala


Foto de Cláudio Lara

O nosso "líder de opinião", famoso por sua falsa postura de esquerda e pelos valores "moderados" de centro-direita, foi visto há algumas semanas numa festa de gala no Copacabana Palace. Ele não foi fotografado até porque nossa equipe, na pindaíba, não pôde entrar no referido edifício da família Guinle, já que nem para hotel vagabundo de Simões Filho (Bahia) temos grana para ficar.

Mas, como primamos pela boa informação, garantimos que o "líder de opinião" esteve mesmo lá. Ele é de classe média, mas escreveu em seu blog um texto sobre sociedade tão agradável aos donos de poder - que no entanto toleraram sua leve espinafradinha à revista Caras, mas sem espinafrar a hi-so focalizada pela mesma revista - que ganhou um ingresso rapidinho de algum figurão da "mídia gordinha", cuja FM "AnêMica" (ou seja, que se comporta como um arremedo de emissora AM) foi elogiosamente lembrada pelo blogueiro "líder de opinião".

O "líder de opinião" jantou da boa comida, dançou ao som da mais empenhada orquestra, arrumou parceiras sem ir muito longe com elas, afinal o "líder de opinião" é casado e sua patroa (um misto de Cássia Kiss com Miriam Leitão) estava com ele.

Terminada a festa, porém, o "líder de opinião", já na saída do Copa (o Copacabana Palace, ora), foi informado por um amigo que ele conheceu num sindicato de trabalhadores que a presença do "líder" seria registrada nas revistas de colunismo social.

Tal foi a fúria do "líder de opinião" que ele, dias depois, escreveu em seu blog o seguinte texto:

ESCLARECENDO COMPLETAMENTE OS FATOS

Algum engraçadinho espalhou que eu fui para uma festa de gala num conhecido hotel carioca, com ingresso dado de bandeja por algum empresário.

Me senti ofendido e constrangido com essa declaração caluniosa e depreciativa à minha imagem de formador de opinião.

Acusado, eu, de me compactuar com os burgueses, posso afirmar que NUNCA estive no Copacabana Palace, pois moro bem longe dali e estive em casa com minha esposa e meus filhos. O fato de eu não ter escrito nenhum texto no blog no referido dia do evento granfino não indica que eu tenha ido a uma festa de gala.

Eu, que sou um proletário da informação, um sujeito cujo maior aliado é você, cidadão, não perderia tempo jantando com a alta sociedade, e o quanto grande é minha revolta diante de boatos sem qualquer tipo de fundamento, nem mesmo o presumível.

Quero que alguém prove por A mais B que eu estive no Copacabana Palace. Quero ver. Porque minha honestidade afirma que nunca estive lá, nunca botei os pés lá, nunca me fartei dos jantares de lá. Eu apenas vivo minha vida, como jornalista, pai de família, devoto de Deus, cumpridor dos mais sérios deveres cidadãos.

O "líder de opinião" chegou a ser fotografado. Mas o empresário da "mídia gordinha" e seus aliados se empenharam a subornar testemunhas para não falar coisa alguma e todo o material fotográfico foi apreendido para que as imagens do "líder de opinião" no evento do Copa sejam eliminadas por definitivo.

Nenhum comentário: