segunda-feira, 18 de maio de 2009

RÁDIO DE "SERTANOJO" TIRARÁ ANTENA 1 DO AR


Infelizmente, a ganância dos donos de rádio no Brasil tira bons projetos do rádio. No Rio de Janeiro, é a vez da rádio Antena Um desaparecer do dial, a partir do dia 31 de maio. No seu lugar, entrará a horrenda rádio Tupi FM, dedicada ao breganejo.

É o segundo golpe da Música de Cabresto Brasileira no dial FM carioca, nos últimos seis meses. Em dezembro, a rádio de rock Venenosa FM, que não era transmitida no Grande Rio embora fosse aí sua sede - seu sinal no Estado era nos arredores de Rio Bonito e de Parati - , saiu do ar para dar lugar a outra emissora medonha, a Mania FM, espécie de Beat 98 mais capenga.

A entrada da Tupi FM no rádio carioca faz a alegria dos coronéis latifundiários, grandes proprietários de terras improdutivas, mas que são os maiores patrocinadores dos ídolos breganejos, de Chitãozinho & Xororó a Victor & Leo, passando por zilhões de duplas, cantores ou grupos que empastelam a música caipira e, às vezes, vampirizam o repertório da MPB autêntica, sobretudo o Clube da Esquina, vítima predileta dos breganejos (que sentem a maior inveja dos mineiros, pela poesia e musicalidade destes).


Já a Antena Um é uma rede de rádios que tocam pop adulto, com um repertório bem mais criterioso do que rádios como a JB FM do Rio de Janeiro e a Globo FM de Salvador, que sucumbem às frescuras pop que descaraterizam sua postura light.

É verdade que a Antena Um comete o erro de não tocar música brasileira, com exceção da carioca, que tem esta virtude. Mas o repertório geral prima pela qualidade, principalmente tocando o som dos anos 60 e 70.

Não é qualquer rádio que toca nomes como Rupert Holmes e Laura Nyro, nomes respeitáveis da música internacional que, no entanto, pouca gente ouve e admira no Brasil. Por isso mesmo, apesar de tantas outras rádios com o rótulo de "pop adulto", o fim da Antena Um carioca representará uma lacuna irreparável, além de ser uma grande falta de respeito substituir seu perfil pelo do breganejo ou sertanojo, pois, apesar dos ídolos breganejos como Zezé Di Camargo & Luciano reclamarem de falta de espaço no dial carioca, eles já entram facinho, facinho nas rádios de brega-popularesco, além do fato da Nativa já divulgar amplamente seus ídolos.

O rádio, como meio de comunicação, perde com o fim da Antena 1, assim como perdeu com o fim da Fluminense FM e com a conversão "roqueira" de muito mau gosto da Rádio Cidade. Só ganham os empresários e o mercado jabazeiro, além daqueles ouvintes sem personalidade que são tratados feito um sorridente gado bovino pelos coronéis radiofônicos e pela mídia popularesca, que é mídia gordíssima do mesmo jeito.

Mas a última esperança da Antena 1 ficar no ar depois de maio existe, se todos nós formos para a Rua Cândido Gaffrée, na Urca, no Rio de Janeiro, em frente ao prédio da (por enquanto) Antena 1 para protestar contra seu fim. Segue o protesto escrito pelo amigo Marcelo Delfino, do Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro (http://www.radiorj.com.br).

PROTESTO CONTRA O FIM DA ANTENA 1 FM 103,7

Data: Domingo, 31 de maio de 2009

Hora: 14:00

Local: Porta da Rádio Antena 1 FM

Cidade: Rio de Janeiro

Endereço da rádio: Rua Cândido Gaffree, 165 - Urca - Rio de Janeiro - RJ

Antena 1 - A Lite FM do Rio

A hora é de protestar. Nada de assistir passivamente o fim da última grande boa rádio do Rio de Janeiro em FM. Prevista para a virada deste mês de maio para junho, a saída da Antena 1 do dial representará o fim da última trincheira de resistência do rádio FM carioca dos anos 80, o melhor dial FM da história desta cidade.

Estejamos lá na porta da Antena 1 protestando pacificamente contra mais essa arbitrariedade e mais essa negociata com uma concessão pública, que é propriedade do povo, que nunca é consultado sobre o que fazer com os canais de rádio.

Sugerimos que os amigos compareçam vestindo camisetas pretas, em sinal de luto pelo fim da Antena 1.

2 comentários:

Denise disse...

Estou muito triste com a saida da amada Antena 1 do dial.Deu nó na garganta...Ouço essa radio todos os dias,e hoje ela estava muda, sem voz, sem respirar...Ficamos órfãos e o pior sem quem nos adote...Temos que mostrar nossa indignação...

E&C Entretenimento disse...

a tinha memorizada em meu som doméstico,e celular sempre ia ouvindo no caminho para o trabalho,e agora? e agoraJosé!!!