domingo, 22 de março de 2009

MÍDIA GORDA APÓIA BREGA-POPULARESCO


Waldick Soriano, Zezé Di Camargo & Luciano, Banda Calypso, Calcinha Preta, Alexandre Pires, Belo, Daniel (de quê, afinal?), Amado Batista, Chitãozinho & Xororó, todo o "funk carioca", toda a axé-music.

Os ídolos e os ritmos ditos "populares" (e que de uma forma ou de outra seguem a cartilha da cafonice "cultural" são vistos como se fossem os excluídos da grande mídia, correto?

ERRADÍSSIMO!!

Todos eles receberam sempre o apoio das ricas elites latifundiárias, das oligarquias e aristocracias urbanas, dos políticos de direita mais conservadores, e, acima de tudo, da mídia gorda que é representada, aqui, principalmente pela Rede Globo e Folha de São Paulo.

Todos esses ídolos alimentaram suas carreiras através do jabaculê das rádios e do apoio marqueteiro da mídia bem gorda, para nos últimos anos enganarem até a intelectualidade de esquerda (não seria de pseudo-esquerda?) vendendo uma falsa imagem de "excluídos", de "vítimas de preconceito"?

Principalmente o "funk carioca", que vende uma imagem bastante mentirosa de "movimento dos sem-mídia", mas que tem todo o mais explícito apoio das Organizações Globo, até bem mais do que a farsa do "caçador de marajás" Fernando Collor de Mello.

Nenhum comentário: